Pesquisa internacional de editores revela clima otimista na mídia

por Dana Liebelson
Oct 17, 2010 em Jornalismo básico

A maioria dos editores é otimista sobre o futuro dos jornais e não vê a nova mídia como uma ameaça às redações, de acordo com uma pesquisa internacional. O relatório 2010 ilumina tendências nas prioridades das redações, independência editorial, mídia online e publicidade  -- e revela que os editores não estão tão desanimados como aparentam.

O terceiro  “Newsroom Barometer” foi conduzido pelo Zogby International para a organização World Editors Forum, com sede em Paris. A pesquisa com 40 perguntas foi realizada entre abril e junho e respondida por 525 editores sêniors de todo o mundo.

Segundo a pesquisa, há um esforço sério em direção de modelos de receita digital de jornais, e os norte-americanos estão à frente do jogo - 81 por cento dos editores norte-americanos dizem que suas redações são totalmente multimídia em comparação com 56 por cento dos editores de outros países.

Editores reconhecem que a mudança do clima da mídia é um desafio: o número de leitores jovens está diminuindo, a receita dos jornais europeus diminuiu 18 por cento nos últimos dois anos, e equipes de notícias continuam a enfrentar reduções devido a um afluxo de meios digitais.

Mas, embora os editores veem a comunicação digital como um desafio constante para os jornais, eles já adotaram a mídia social e acreditam que muitas das mudanças que os jornais estão passando  acabarão por levar a um bem-sucedido modelo de informação por pagamento.

Para saber mais, clique aqui (em inglês).