elDiario.es prospera tratando leitores como sócios

porJames Breiner
Aug 26, 2020 em Empreendedorismo de mídia
Sinal de néon de um aperto de mão

A indústria do jornalismo notou o sucesso da startup de mídia digital elDiario.es e está tentando duplicá-lo. Isso não será fácil.

Esta publicação de notícias independente na Espanha tem crescido em audiência, receitas e lucros, enquanto outras estão vendo quedas enormes. Aqui está uma visão geral do sucesso do elDiario.es:

  • É gratuito online, mas 56.000 “parceiros” (sócios) estão pagando pelo menos EUR60 (US$66) para apoiar seu jornalismo independente. O número de novos parceiros aumenta especialmente quando o site publica uma investigação impactante sobre corrupção.
  • As receitas em 2019 atingiram quase EUR6,6 milhões (US$7,3 milhões) com lucro de EUR300.000 após impostos.
  • Aceita publicidade, mas essas receitas não excedem as fornecidas pelos parceiros.
  • Está entre os quatro veículos de notícias digitais mais populares da Espanha, de acordo com o Relatório de Notícias Digitais do Instituto Reuters.
  • A equipe cresceu de oito para 103 funcionários em sete anos.

O cofundador e diretor do elDiario.es, Ignacio Escolar, descreveu alguns fatores desse sucesso em uma conversa recente com Rosental Alves, diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas e apresentador do Colóquio Ibero-Americano de Jornalismo Digital da Universidade do Texas.

[Leia mais: 5 maneiras de atrair e segurar o público]


A chave: independência financeira e editorial

Alves abriu a conversa com um vídeo promocional do elDiario.es em que Escolar divulga as conquistas do ano anterior.

Escolar deixou claro como sua publicação se diferencia de seus muitos concorrentes e fez uma crítica velada ao seu competidor principal, o jornal El País, sem nomeá-lo. “Somos independentes porque somos lucrativos”, disse ele. “Não há bancos ou grandes empresas em nosso conselho de administração porque nós, os jornalistas, somos os principais acionistas”. Os problemas financeiros do El País fizeram com que o jornal incluísse seus salvadores no seu conselho diretivo.

Além do mais, elDiario.es não tem dívidas. “Somos independentes porque somos economicamente sustentáveis”, acrescentou.

Desde janeiro, o número de membros do elDiario.es cresceu 60% para 56.000 e mais do que compensou o declínio acentuado na publicidade que afetou toda a indústria. Ao mesmo tempo, a audiência cresceu 77%, impulsionada pelo interesse em informações confiáveis ​​sobre a COVID-19, disse Escolar.

[Leia mais: 6 perguntas para se fazer antes de iniciar um programa de assinatura]

Transparência ajuda a credibilidade

Escolar tem como prática ser transparente nas newsletters trimestrais sobre as fontes de receita (em espanhol, mas com gráficos), os nomes dos acionistas, os salários dos jornalistas e como o dinheiro é gasto. Ele não é a favor de aceitar qualquer ajuda governamental que outros meios de comunicação estão aceitando, porque teme que isso possa prejudicar sua independência.

Alves questionou Escolar sobre a postura editorial progressista da publicação, que defende os direitos humanos, a igualdade de gênero e raça e a justiça igual para todos. Às vezes, tem sido alvo de ataques de conservadores que dizem que é um porta-voz do Partido Socialista e de seus aliados liberais. De acordo com o relatório da Reuters, os leitores de esquerda e centro-esquerda confiam no elDiario.es mais do que os de direita. Escolar respondeu que eles têm criticado os socialistas e também o conservador Partido Popular.

Respondendo os leitores diretamente 

Para Escolar, uma chave para o sucesso da publicação tem sido envolver os leitores no diálogo, em vez de apenas falar para eles. Alguns dos maiores furos da publicação começaram com sugestões e dicas de leitores.

Outra prática básica é responder a todas as reclamações. Os funcionários que monitoram as relações com os membros enviam à Escolar os nomes das pessoas que cancelam seus pagamentos por discordar da cobertura jornalística ou dos colunistas de opinião por qualquer motivo.

Escolar escreve diretamente para eles e explica as políticas editoriais. Às vezes, ele responde a cinco em um dia, às vezes três, às vezes nenhum. Ele acredita que essas conversas valem a pena. “Aprendi muito sobre os leitores com isso”, disse ele.

Segue o vídeo promocional, em espanhol.


Este artigo foi publicado originalmente por James Breiner em seu blog, "James Breiner: Entrepreneurial Journalism". Foi republicado na IJNet com permissão.

Todas as sessões do Simpósio Internacional de Jornalismo Online estão disponíveis online gratuitamente. Veja as sessões gravadas no YouTube aqui