4 lições da nossa pesquisa anual de leitores

porIJNet
Mar 15, 2018 em Jornalismo básico

Nos últimos meses, você provavelmente viu nossos pedidos no Twitter, Facebook ou boletim semanal para completar nossa pesquisa anual de leitores. Todos os anos, pedimos ajuda dos leitores da IJNet sobre o que temos feito bem e como podemos melhorar.

Este ano, recebemos mais de 150 respostas em seis idiomas diferentes de entrevistados em todo o mundo. A pesquisa oferece mais do que dados demográficos: é um modelo sobre como podemos melhorar o nosso site para melhor atender às necessidades dos nossos leitores.

Estes são quatro pontos que se destacaram na pesquisa e como planejamos abordá-los:

Mais conteúdo de vídeo

A IJNet é muita ativa nas redes sociais, especificamente no Twitter e Facebook, mas esta é apenas uma pequena fração dos sites sociais disponíveis. Quando perguntamos quais outras plataformas de redes sociais onde os leitores gostariam de interagir com a IJNet, uma das respostas mais comuns em todos os idiomas foi o YouTube.

Embora a IJNet tenha um canal no YouTube (em inglês), não somos muito ativos no canal além de fazer upload de vídeos novos. Tradicionalmente, nosso ponto forte é o conteúdo escrito, mas incorporar mais conteúdo de vídeo tem sido nosso objetivo há um tempo. Esta pesquisa dá mais urgência à nossa mudança para mais conteúdo de vídeo.

Os participantes da pesquisa também ofereceram sugestões sobre quais tópicos gostariam de ver no conteúdo de vídeo da IJNet. Muitas pessoas solicitaram mais vídeos de treinamento sobre temas tão diversos como técnicas de câmera, treinamento de ambiente hostil, marca pessoal, jornalismo investigativo e outros. Também obtemos muitos pedidos de entrevistas e consideraremos tudo isso à medida que começarmos a aumentar o conteúdo de vídeo.

Redesign do website

Recebemos uma série de respostas sobre o design do nosso site. Andrew da Colômbia resumiu bem, comentando: "O design do site parece que precisa de uma atualização."

Concordamos completamente com ele.

Como muitos de nossos leitores sabem, estamos no processo de projetar um novo site da IJNet. Depois de selecionar uma empresa de web design, fizemos uma pesquisa com nossos leitores para atualizar o design do novo site.

Esperamos que o nosso novo site melhore questões estéticas, como a de Migue da Argentina, que disse: "Devem melhorar a página, torná-la mais agradável aos olhos", bem como preocupações organizacionais como a de Elizabeth nos EUA, que escreveu: "Os artigos de recursos de verdade estão escondidos. Durante muito tempo, nem sabia que estavam lá na aba de recursos e notícias."

O novo design do site da IJNet deverá estrear em setembro/outubro de 2018.

Novo formato para chats ao vivo

Nos últimos anos, a IJNet apresentou uma série de bate-papos ao vivo no nosso site. Abordamos tópicos que vão desde como lidar com dilemas éticos a reviver o jornalismo local e obter sucesso como freelancer internacional.

No entanto, a grande maioria dos entrevistados disse que nunca participou de um bate-papo ao vivo.

Embora poucas pessoas tenham participado no passado, a maioria dos usuários respondeu que poderiam se beneficiar de conversas sobre jornalismo investigativo, jornalismo de dados e como candidatar-se a uma bolsa de estudos.

Isso sugere que a plataforma em si não é propícia para o recurso de bate-papo ao vivo e que seria melhor experimentá-lo em um contexto diferente. Nosso novo site não terá mais uma seção de "chat". Em vez disso, vamos começar a experimentar conversas através do Facebook Live, Zoom ou Slack.

Maior interatividade

Ricardo do Brasil escreveu: "Acredito que vocês podem ser melhores em aproveitar os recursos das redes sociais, incluindo mais interações com seus leitores."

Embora acompanhemos de perto as mídias sociais e respondamos a comentários e perguntas, é claro que nossos leitores estão buscando mais oportunidades para interagir conosco e com o conteúdo que estamos publicando.

Em 2018, planejamos criar uma estratégia mais bem definida para engajar com nossos leitores, incluindo bate-papos ao vivo e discussões no IJNet Forum.

Parabéns para Albina da Rússia, Hamza da Turquia, Laís do Brasil, Ana Cláudia do Brasil e Kira do Quênia, que ganharam um vale-presente de US$50.

Imagem sob licença CC no Pixabay via TeroVesalainen