Quatro questões a considerar antes de criar um paywall

porJennifer Dorroh
Dec 16, 2013 em Diversos

Quando a ex-jornalista do Wall Street Journal Jessica Lessin lançou seu site de notícias de negócios e tecnologia, ela surpreendeu muitos na indústria da notícia ao utilizar como modelo de negócio um paywall duro, em que apenas assinantes pagos podem acessar o site e seu conteúdo.

Lessin conversou com Mathew Ingram do site paidContent sobre como e por que ela escolheu usar um paywall. A partir da entrevista, IJNet tirou algumas perguntas que os editores devem se fazer antes de escolher um modelo de assinatura para seus sites de notícias:

1. Quem é o meu público potencial?

Lessin viu uma oportunidade "para ir atrás de um mercado específico, que ela achava que realmente não estava sendo servido pelo jornal - principalmente gente que trabalha na indústria de tecnologia e negócios relacionados, como o capital de risco", escreveu Ingram. "E para ajudar a acertar no público que ela estava almejando ela disse que identificou meia dúzia de pessoas reais que se tornaram arquétipos para do seu leitor ideal: gerentes de produto no Dropbox, vice-presidentes da Apple, gerentes de vendas da Oracle , etc "

2. Por que meu público potencial pagaria por este conteúdo?

O conteúdo deve ser algo que não pode ser obtido em qualquer outro lugar, e Lessin pensa que é o que ela pode entregar aos profissionais que compõem seu público-alvo. Ela disse a Ingram, "Eles são profissionais dentro e fora da tecnologia, um público que paga para obter informações que vão torná-los mais espertos e dar uma vantagem e para estar à frente da curva."

3 . Quanto meu público em potencial pode pagar?

O serviço de notícias de Lessin custa US$399 por ano e não oferece nenhum conteúdo gratuito ou "vazamentos" em seu paywall. Caro, não? Mas muitos de seus usuários têm contas de despesas de empresas que podem ser usadas ​​para pagar por informações de negócios.

A maioria dos sites, no entanto, serve a um público que não tem esse luxo. Os editores desses sites devem considerar se o seu público pode pagar um preço mais baixo, ou se seria melhor evitar o modelo paywall. (Alguns outros modelos a serem considerados podem ser vistos aqui.)

4 . Como vou atrair novos leitores se meu conteúdo está protegido por um paywall?

Lessin disse que antes do lançamento ela conversou com equipes de outros sites para se certificar de que estavam dispostos a destacar artigos de seu site e colocar links para o seu site.

Ela viu a importância dos links na construção de público para o seu antigo empregador, Wall Street Journal, que também usou um paywall. "O que acontecia frequentemente no Journal era que se havia uma notícia, alguém iria agregá-la e, em seguida, colocar um link para nós", ela disse à Ingram. "Eu acho que isso é uma parte importante do ecossistema --e se as pessoas veem um número consistente de artigos com links para nós, pode despertar o seu interesse", e incentivá-los a assinar o site no futuro.

Isso é fundamental para todo site que pretende ser um participante vibrante na economia de link.

Via paidContent

Imagem sob licença CC no Flickr via mfhiatt