Dicas para gerenciar redes sociais em culturas diferentes

por Margaret Looney
Feb 28, 2013 em Redes sociais

As mídias sociais dão a jornalistas e redações o potencial de atingir uma audiência global e a chance de cometer mais gafes interculturais.

Como cada região tem suas nuances próprias e modos de comunicação, pode ser difícil lidar com contas de mídia social em culturas diferentes.

Acostumados a gerenciar campanhas internacionais, um grupo de estrategistas digitais e especialistas em comunicação do Banco Mundial, USAID e Ogilvy compartilhou suas dicas na Social Media Week.

Aqui estão seus conselhos para divulgação nas redes sociais em escala global:

  • Em primeiro lugar, ouça. Quando canais de notícias tentam tuitar sobre eventos em outros países, é difícil conseguir acertar nas idiossincrasias, especialmente quando as imagens anexas podem propagar equívocos culturais. Fique de olho na conversa nas redes sociais para avaliar os tipos de comunicações que acontecem entre moradores locais e criar uma mensagem culturalmente sensível.

  • Saiba qual plataforma funciona melhor em cada região. Facebook e Twitter não são o rei e a rainha da mídia social em todo o mundo. China usa Sina Weibo e Orkut é popular no Brasil, por exemplo. É importante descobrir como as mídias sociais se encaixam na cultura. Shashi Bellamkonda, vice-presidente de marketing digital do Grupo Bozzuto, disse que os jornais impressos são ainda prosperam na Índia, e embora as mídias sociais sejam populares, jornalistas de lá não as usam para dar as notícias.

  • Experimente, em seguida, avaliar regularmente. Quando você está tentando atingir um público bilíngue, o melhor é experimentar com a linguagem que funciona melhor e então refinar sua estratégia com uma análise do site, sugeriu Rudy Gharib, vice-diretor de comunicações digitais da USAID. A equipe de Gharib avalia seus fluxos sociais semanalmente para determinar o que funcionou melhor.

  • Utilize sua audiência na região. Idealmente, os gestores da comunidade devem ser nativos da região sobre a qual estão tuitando, mas isso não pode ser sempre o caso. Procure cultivar um grupo de seguidores da região que possa oferecer feedback sobre um item sensível do conteúdo. Você está inseguro sobre se uma determinada foto funciona com a sua matéria, ou se a linguagem que está usando faz sentido? Peça o conselho de um especialista local antes de enviá-la. Este grupo de foco virtual também pode mantê-lo atualizado sobre as últimas tendências de mídia social no país.

  • Se você cometer um erro, assuma. Se você acabar postando algo em mídias sociais que soa como culturalmente insensível, apenas peça desculpas em vez de tentar encobri-lo. Mesmo que seja apenas um grupo pequeno de pessoas que não tenha gostado do que você postou, não ignore-os, Bellamkonda disse. Leva apenas uma pessoa de influência para perceber a tensão, e isso pode causar mais danos do que assumir o erro desde o início.

Para mais dicas, assista ao evento (em inglês) aqui.

Imagem usada com licença CC no Flickr via Max Klingensmith