Como planejar um projeto de jornalismo empreendedor

porAli Ghamloush
Apr 6, 2015 em Empreendedorismo de mídia

Em maio de 2014, a IJNet em Árabe lançou um centro de tutoria virtual e escolheu oito jornalistas empreendedores no Oriente Médio e Norte da África em necessidade de aconselhamento financeiro e digital para tirar suas startups do papel. Dois mentores guiaram os jornalistas durante o ano. Aqui o mentor Ali Ghamloush compartilha ideias de financiamento e como aderir a mentalidade de empreendedorismo 

A narrativa do projeto de um empreendedor deve sempre começar com a pergunta: "Por quê?"

Um empreendedor pode passar meses respondendo essa pergunta. Antes de chegar à "ideia", o empreendedor tem que processar mentalmente muitas ideias que podem ser irrealistas ou que precisam ser combinadas ou filtradas com outras ideias para que funcione.

O empreendedor Dennis Crowley, que cofundou o Foursquare, disse: "Não deixe que ninguém lhe diga que suas ideias são burras ou que a coisa que com a qual você está mais animado 'não vai funcionar'... vá em frente enquanto você acha que é interessante."

Depois de ter respondido o "porquê", pode começar a planejar. Veja onde começar:

Testes iniciais

Pedir a seus parentes e amigos por suas opiniões sobre a ideia do projeto é considerada a fase mais crítica de qualquer início de projeto. Você pode apresentar a sua ideia em uma lista simples ou através de desenhos em um pedaço de papel. Perguntar às pessoas em seu círculo social por suas opiniões, às vezes, é o teste mais desafiador e o que eles dizem terá uma influência em sua decisão.

Escolha seus parceiros sabiamente

Depois de ter recebido o apoio dos seus parentes para iniciar seu projeto, você deve começar a cortar e podar suas ideias para transformá-las em um plano de ação com um cronograma claro. No entanto, um plano de ação é inútil a não ser que você tenha uma equipe de trabalho cujos membros são fortes e entusiasmados e que acreditam profundamente acreditam no sucesso da ideia.

Invista seu tempo

Muitos empreendedores estão perplexos com a pergunta: "O que vem primeiro, produção ou investimento?"

No campo do jornalismo empreendedor, a produção é um investimento pessoal por causa de todo o esforço, tempo e experiência que você vai precisar colocar em seu projeto. Um empreendedor que trabalha até tarde exclusivamente na produção do conteúdo de seu empreendimento é considerado um pioneiro.

Um produto jornalístico é diferente de outros tipos de produtos porque requer esforços principalmente pessoais e cognitivos e menos tempo de produção. Também é importante lembrar que as receitas financeiras não podem ser alcançadas durante os primeiros estágios de lançamento do empreendimento. Pode demorar um longo tempo -- meses, se não anos -- para qualquer empreendedor que trabalha em seu projeto jornalístico ver ganhos financeiros.

Possíveis recursos de financiamento para projetos jornalísticos:

  • Financiar pessoalmente o seu próprio projeto
  • Amigos e familiares são consideradas um dos recursos de financiamento mais importantes durante a fase inicial do projeto. Este financiamento é normalmente concedido por causa da credibilidade e traços pessoais do empresário e não porque a ideia é o forte.
  • Crowdfunding ou financiamento coletivo

Outras formas de financiamento dependem mais ainda da natureza do empreendimento e sua viabilidade. Investidores "anjo" dão pequenas quantidades de dinheiro em troca de equivalência patrimonial. Empresas de capital de risco oferecem financiamento em grande escala por parte dos investidores ou empresas que consideram a ideia viável, bem sucedida e rentável. Uma vez que a empresa tornou-se bem sucedida, pode lançar uma Oferta Pública Inicial (IPO) para vender suas ações ao público no mercado de ações.

Elabore um plano para o futuro

Um empresário bem sucedido é aquele que é capaz de construir estratégias futuras antes do tempo. Qualquer empresa pode falhar se não houver um plano estratégico de cinco anos para o desenvolvimento.

Esse plano é considerado um componente do produto. Se um empreendedor não consegue criar um plano de cinco anos, o seu empreendimento certamente vai falhar depois de dois anos e meio. Eventualmente, esse empresário vai deixar de atrair financiadores potenciais, devido à falta de um plano bem formulado.

O fundador do Grupo Virgin, Richard Branson, disse: "Você não aprende a andar seguindo regras Você aprende fazendo e caindo."

Quando mencionamos um plano bem formulado, não significa que ele deve ser fixo e imutável. Um empreendedor bem sucedido sabe profundamente que mudar táticas e planos, autoavaliação e avaliação, reformular novas faixas e abraçar uma atitude de "tentar, falhar, tentar de novo" são as respostas para a pergunta que vem a seguir, "Como?"

Imagem principal cortesia de Ali Ghamloush