Como a IJNet ajudou uma ex-repórter a redescobrir sua vocação

porIJNet
Oct 10, 2012 em Diversos

Enquanto Paola Pinedo García trabalhava em comunicações numa universidade de ciências médicas, ela ainda sentia nostalgia ao pensar em jornalismo, sua carreira anterior.

"Meus dias como correspondente de imprensa estrangeira -- escrevendo notas informativas, reportagens, artigos e entrevistas sobre acontecimentos atuais no meu país -- tinham passado," escreveu Pinedo para o concurso de histórias pessoais da IJNet (disponível em espanhol, inglês, árabe e russo). "Eu sentia falta de ver meu nome e minhas matérias publicadas em um jornal ou revista, da cobertura dos eventos mais importantes e inesperados."

Pinedo decidiu que era hora de uma mudança e tirou uma semana de folga de seu trabalho para explorar as possibilidades. Foi quando ela descobriu uma nota na IJNet para uma posição de correspondente estrangeiro no site infosurhoy.com baseado em Washington. Em poucos dias, recebeu uma resposta.

Ela entrevistou para o trabalho e foi contratada. Pinedo escreve para o site desde janeiro e também trabalha como professora de jornalismo na Universidade Peruana Cayetano Heredia.

A IJNet lhe deu "a oportunidade de voltar ao jornalismo real, o que faz você se sentir orgulhoso do que faz, fazendo você pensar não está errado sobre a sua vocação", escreveu Pinedo.