Colocando um 'Spotlight' em matérias de seguimento

porSherry Ricchiardi
Mar 28, 2016 em Jornalismo básico

No aclamado filme "Spotlight," repórteres do jornal Boston Globe documentaram abuso sexual por padres católicos. A investigação ganhou um prêmio Pulitzer e a história ganhou o Oscar de melhor filme, em fevereiro.

Essa investigação destaca a importância das matérias de seguimento como parte da agenda de notícias. No entanto, no mundo da mídia de hoje, esse tipo de reportagem muitas vezes é ignorado.

"As organizações de notícias nunca foram boas nisso... mas a situação ficou pior", diz Jon Talton, colunista de economia do Seattle Times. Equipes reduzidas, orçamentos cortados e a velocidade da era da internet são parcialmente responsáveis.

Mas Talton argumenta que matérias de seguimento são mais importantes do que nunca.

"A informação é jogada fora rapidamente e muitas vezes nunca pressionada para descobrir 'o que aconteceu depois?' ou 'como terminou?' Esse caminho não só ajuda os leitores, mas também pode dar um tesouro de potenciais histórias para um bom repórter", ele diz em uma entrevista por e-mail." O seguimento deve ser tão importante na mídia online quanto [na imprensa] -- talvez mais ainda, dado o seu apetite insaciável."

O Boston Globe elevou o jornalismo de seguimento com sua série vencedora do prêmio Pulitzer. A Equipe Spotlight construiu um banco de dados para ajudar a documentar quantos padres em Boston haviam molestado crianças. Eles exploraram questões fundamentais: Quando é que a hierarquia da Igreja ficou sabendo sobre esses crimes e ela fazia parte de um encobrimento?

Ao publicar centenas de matérias de seguimento, a série expôs um escândalo que chocou o país.

Durante meus anos como repórter, muitas vezes escrevi matérias de seguimento para fornecer contexto e lançar luz sobre questões importantes.

Por exemplo: Em meados dos anos oitenta, uma crise de fazendas em Iowa deixou famílias rurais dizimadas. Eu trabalhava no jornal Des Moines Register na época.

Repórteres de negócios documentaram a queda de preços das safras, falências agrícolas e empresas fechadas em comunidades rurais. Eu escrevi matérias de seguimento que retratavam a dimensão humana da crise.

Eu fui a leilões onde as famílias assistiam em agonia enquanto seus bens eram vendidos para estranhos, e escrevi sobre agricultores orgulhosos sem dinheiro e despidos de dignidade. Quando cruzes brancas indicando falências apareceram nos quintais, há sempre uma história a ser contada.

Eu tratei cada seguimento como uma entidade separada e sempre adicionei pelo menos um ponto de informação de fundo para o contexto. Cada um contou com novos ângulos e novas fontes. Meu objetivo era esclarecer como a crise na agricultura afetou os cidadãos comuns do Iowa.

Talton sugere que repórteres fiquem de olho nas "pedras angulares" em suas editorias -- empresas importantes, questões e notícias grandes que geraram tráfego online pesado.

"Esses são alvos ideais para seguimento em histórias que dizem aos leitores o que mudou, foi resolvido ou piorou desde a notícia original", disse ele.

Ele oferece essas abordagens para dar seguimento a matérias:

  • Qual foi a maior notícia do ano passado em sua comunidade? Não a deixe desaparecer. Volte e olhe para o que foi publicado, então verifique os novos dados e converse com os jogadores-chave.
  • E sobre as consequências de uma aquisição? Empregos foram cortados? Os executivos bem conhecidos seguiram em frente? A fusão de empresas cumpriu suas promessas em termos de receita? Os investidores estão contentes? Quais foram as consequências?
  • Datas importantes da história: Se um fabricante fechou há 10 anos, encontre trabalhadores que perderam seus empregos. O que estão fazendo agora? Como o antigo espaço está sendo usado por uma nova empresa ou é um terreno vazio?
  • Prestação de contas: Se você está lidando com regulação, governança corporativa ou crime de colarinho branco, o seguimento é uma ferramenta essencial para manter a pressão e revelar o que está funcionando e o que não mudou.

"Ter o comando de seu material, incluindo seguimentos fortes, permite definir a agenda de notícias", diz Talton. "Você não apenas reage ou copia um comunicado de imprensa. Você faz a competição segui-lo."

Para um exemplo de como criar uma matéria de seguimento, confira este blog do veterano jornalista Tony Rogers. Ele aconselha colocar os mais recentes desenvolvimentos no alto e amarrando-os com a informação do evento original.

"Dessa forma, mesmo uma pessoa lendo sobre a história pela primeira vez vai entender facilmente o que aconteceu", escreveu Rogers em seu blog.

Idealmente, matérias de seguimento preenchem lacunas de informação deixadas por artigos anteriores. Tal como aconteceu com a crise agrícola de Iowa, elas muitas vezes mostram, em vez de dizer, como a notícia afeta os seres humanos.

Imagem principal sob licença CC no Flickr via Xiaojun Deng