Todo mundo é repórter de saúde agora: Cobrindo COVID-19 em outras editorias

porDavid Maas
Mar 23, 2020 em Reportagem sobre COVID-19
Pessoas andando de metrô

Enquanto a pandemia de COVID-19 paralisa cada vez mais países, jornalistas de todo o mundo estão fazendo exatamente o contrário.

Eles estão encontrando mais maneiras de cobrir o vírus, sejam tuitando situações pessoais ao vivo, comunicando as últimas atualizações e orientações de epidemiologistas, médicos e autoridades de saúde pública, ou reportando dos epicentros da crise. As notícias sobre o novo coronavírus estão dominando as manchetes, as mídias sociais e as notícias de televisão.

Não são apenas os repórteres de saúde e aqueles que trabalham em meios de comunicação focados na saúde, como STAT e Kaiser Health News, que estão cobrindo esses desenvolvimentos. Jornalistas que trabalham como transporte, educação, esportes e economia começaram a incorporar reportagens sobre a COVID-19 em seus artigos.

"Todo mundo está atacando de todos os ângulos que pode", disse à IJNet Sarah Todd, a repórter esportiva da Deseret News.

[Leia mais: 10 dicas para cobrir a COVID-19]

 

Todd estava cobrindo o Utah Jazz da NBA em Salt Lake City na noite de quarta-feira, quando o teste de um dos principais jogadores do time, Rudy Gobert, deu positivo para a COVID-19. A NBA cancelou imediatamente o jogo daquela noite e depois suspendeu a temporada por pelo menos 30 dias. Um segundo jogador de jazz, Donovan Mitchell, também testou positivo para COVID-19 após o jogo ter sido cancelado.

Devido a suas interações com os dois jogadores, Todd foi testada -- o resultado deu negativo -- e agora está em quarentena, uma medida de precaução para garantir que nenhum sintoma ocorra dentro de 14 dias após a exposição. Ela tuitou atualizações sobre aquela noite e desde então escreveu esse relato de sua experiência.

Todo mundo é um repórter de saúde agora, de uma maneira ou de outra. "Não é usual para mim cobrir doenças, propagação de doenças, qualquer coisa que tenha a ver com isso. Eu tenho tentado me manter o mais básica possível, pois não tenho muita experiência ou até mesmo pergunto a que possui  experiência na área", disse Todd. “Temos pessoas que estão reportando, no que diz respeito à saúde. Meu lado é mais sobre como isso afeta a NBA, então eu tenho tentado entender o ângulo em que tenho a experiência.”

 

[Leia mais: Como estão cobrindo a COVID-19? Alguns exemplos ao redor do mundo]

 

Enquanto continua a reportar sobre a COVID-19 como repórter esportiva, ela mantém a distância de tudo o que não sabe sobre o vírus. "Eu tenho tentado apenas usar as informações que me foram dadas como pessoa que foi testada."

Quanto aos colegas da Deseret News, agora todos estão prontos para cobrir a pandemia. "Está afetando tudo de todos os ângulos; portanto, mesmo as pessoas que cobrem moradias ou negócios estão cobrindo o assunto de alguma maneira", disse ela.

Reunimos alguns exemplos (em inglês) de como repórteres como Todd estão se adaptando para fornecer a seus leitores uma crescente diversidade de notícias essenciais sobre a COVID-19 de todos os ângulos:

Educação

Alimentação

Moradia

Transporte

Viagem

Esporte

Entretenimento

Economia

Religião


Taylor Mulcahey e Katya Podkovyroff Lewis, que fazem parte da equipe da IJNet, também contribuíram para este artigo.

Imagem sob licença CC no Unsplash via Tbel Abuseridze