Reportagens de destaque no mundo em 2019

porIJNet
Dec 30, 2019 em Temas especializados
Fogos de artifício do ano novo

No final de 2019, nossa equipe internacional de editores e tradutores escolheu algumas reportagens de destaque no mundo.

Desde investigações aprofundadas que iluminam os cantos escuros da sociedade a vídeos bobos que atraem um público mais jovem, a lista deste ano é diversa tanto em formato como em geografia. Confira:

Português

As mensagens secretas da Lava Jato 

Reportagem investigativa

The Intercept Brasil

Nesta série, The Intercept Brasil descobriu as conversas vazadas no aplicativo Telegram sobre a Operação Lava Jato, a força-tarefa anticorrupção que resultou na prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também conhecida como #VazaJato, a investigação, liderada pelo jornalista americano Glenn Greenwald, confirmou suspeitas sobre os motivos politizados e o comportamento antiético de promotores no Brasil, e gerou discussões sobre o uso de fontes anônimas, hostilidade contra a imprensa e polarização política.

Satélites da Nasa mostram alta de queimadas junto ao desmatamento 

Jornalismo de dados

InfoAmazonia

Os incêndios na floresta amazônica chamaram a atenção do mundo em 2019, com a cobertura especializada e oportuna da InfoAmazonia se destacando. Nesta reportagem, o jornalista Gustavo Faleiros, ex-bolsista Knight do ICFJ, mostrou uma relação direta entre o aumento dos incêndios e a disseminação do desmatamento. Sua reportagem foi baseada em dados da NASA e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais do Brasil (INPE).

Também disponível em espanhol aqui.

A volta da fome no Brasil 

Multimídia

Agência Pública

Esta é a nona edição de uma iniciativa especial de reportagem da Agência Pública, em parceria com a Oxfam Brasil. A reportagem se concentra no retorno da fome no Brasil depois da redução dos programas sociais do governo.

No meio de uma crise econômica, esta edição contou com uma série de sete partes, apresentando os rostos da fome em diferentes partes do país. As histórias cobrem o impacto no sistema judiciário, dificuldades familiares, desnutrição, insegurança alimentar e mais.

MICROBOLSAS FOME

Espanhol

La sangre nunca fue amarilla (O sangue nunca foi amarelo)

Jornalismo investigativo

Periodismo de Barrio

Esta história do Periodismo de Barrio em Cuba ganhou um Prêmio Gabo esse ano. A reportagem se concentra no envenenamento por chumbo em um bairro de Havana por mais de 60 anos. As famílias que moravam lá agora estão salvas, mas sofrerão as consequências do envenenamento pelo resto de suas vidas. Enquanto isso, outras pessoas continuam morando no bairro.

Mujeres en la vitrina, migración en manos de la trata (Mulheres na vitrine, migração nas mãos do tráfico)

Multimídia

Pie de Página (México), Fusión (México), Enjambre Digital (México), Runrunes (Venezuela), El Pitazo (Venezuela) TalCual (Venezuela) 

Planejada para imitar o site de tráfico sexual ZonaDivas, esta matéria multimídia colaborativa explora a origem do site, bem como a indústria de tráfico sexual na Venezuela e México. Conta a história de seis mulheres envolvidas com o ZonaDivas e depois mortas.

Mujeres en la vitrina

Yo nena (Eu bebê)

Podcast

Radio Ambulante

Esta é a história da primeiro criança trans a fazer a transição de gênero oficialmente na Argentina. O episódio profundamente comovente, produzido pelo podcast latino-americano Radio Ambulante, não apenas examina efetivamente a identidade de gênero, mas também fornece um exemplo de como criar histórias em áudio bem reportadas.

Russo

Investigação sobre a máfia funerária de Moscou

Jornalismo investigativo

Meduza

O projeto jornalístico mais proeminente deste ano foi a investigação de Ivan Golunov sobre a máfia funerária de Moscou. É notável não apenas pela investigação mas também por suas consequências: "O jornalista investigativo russo Ivan Golunov foi preso em junho sob acusações fabricadas de porte de drogas e libertado dias depois após um protesto público sem precedentes. O tribunal retirou todas as acusações contra ele", segundo The Moscow Times. Após essa matéria, Meduza iniciou um novo projeto "Resistência a atos ilícitos da polícia" para denunciar ações irregulares da polícia.

Moscow's funeral mafia

Indústria de dados roubados da Rússia

Jornalismo investigativo

BBC Russia

Este artigo, publicado pela BBC Rússia, investiga a indústria de dados roubados da Rússia. O repórter, Andrey Zakharov, comprou suas próprias informações bancárias e de telefone para entender melhor como a indústria ilegal funciona.

Kolyma - Berço do nosso medo

Documentário

Yury Dud

O YouTuber russo Yury Dud criou este documentário sobre a vida nos gulags, os campos de trabalho forçado. Foi visto mais de 9,5 milhões de vezes em apenas sete dias, de acordo com uma reportagem do The Moscow Times. Um dos objetivos do documentário era contar às gerações mais jovens de russos sobre esse período terrível na história da Rússia. 

Inglês

The 1619 Project (O Projeto 1619)

MultimÍdia

The New York Times Magazine

Originalmente lançado em quase 100 páginas na The New York Times Magazine, o projeto explora aspectos da vida americana que podem ser rastreados até a escravidão, que começou nos EUA em 1619. O projeto inclui ensaios fotográficos, histórias apuradas, ensaios históricos e um podcast.

The trauma floor (O andar de trauma)

Jornalismo investigativo

The Verge

Esta investigação analisa profundamente a vida dos moderadores do Facebook, que encontram conteúdo forte regularmente que afetam sua própria saúde mental. Por meio de entrevistas com moderadores atuais e anteriores, o repórter Casey Newton lança luz sobre uma indústria envolta em segredo.

The trauma floor

The Washington Post no TikTok

Multimídia

Washington Post

O TikTok é um aplicativo de mídia social rapidamente ganhando popularidade, especialmente entre o público jovem. O Washington Post entrou na plataforma e publica regularmente vídeos que imitam o estilo da plataforma. O objetivo deles é estabelecer o reconhecimento da marca e atrair um público mais jovem.


Compartilhe conosco algumas das histórias mais impactantes que você viu este ano, tuitando para @IJNet.

Este resumo foi escrito e produzido pela equipe de editores e tradutores da IJNet.

Foto por Trust "Tru" Katsande no Unsplash