Plataforma que verifica informações de redes sociais ganha Fundo de Protótipo Knight

porNatasha Tynes
Jun 26 em Fact-checking e verificação

Verificar a precisão das informações nas redes sociais é uma obrigação para os jornalistas, especialmente durante eventos de notícias.

A organização sem fins lucrativos Meedan, especializada em tecnologia social, percebeu a importância em verificar as informações de redes sociais ao traduzir conteúdo do árabe ao inglês durante a Primavera Árabe, disse Tom Trewinnard, diretor de pesquisa e comunicações da organização.

O desafio em verificar informações da mídia social em tempo real deu origem à ideia de um kit de ferramentas de verificação online de fonte aberta para os jornalistas. O resultado é o “Checkdesk,” uma plataforma de blog ao vivo rica em recursos que torna mais fácil para as redações incorporarem conteúdo de redes sociais verificado em suas reportagens. A ferramenta permite que os jornalistas anexem um status como "Verificado", "Falso", ou "Em andamento" para um item de mídia e colaborem com os leitores ou membros da comunidade para ajudar na verificação da informação.

O Checkdesk, cujo CMS é uma adaptação personalizada do Drupal, já foi adotado por vários meios de comunicação árabes que personalizaram a plataforma ainda mais para atender suas necessidades. Entre eles estão Yomaty no Egito, Ghirbal na Jordânia e Shabab Souria, na Síria.

A plataforma está sendo usada para verificar informações como um vídeo de uma ofensiva militar do Exército Sírio Livre em uma refinaria de petróleo na cidade de Homs. O Shabab Souria usou o Checkdesk para trabalhar com ativistas na rua e verificar o vídeo.

E com um novo investimento de US$35.000 da John S. and James L. Knight Foundation, por meio de seu Prototype Fund, a Meedan planeja levar sua plataforma para o próximo nível.

Trewinnard conversou com a IJNet sobre como o Checkdesk funciona e seus planos para o futuro.

IJNet: Qual tem sido o impacto do Checkdesk até agora?

Tom Trewinnard: Uma versão inicial do Checkdesk foi utilizada pelo diário egípcio Al-Masry Al-Youm para cobrir as eleições presidenciais que ocorreram no Egito em 2012, o que foi um verdadeiro marco para o projeto. Além do trabalho de publicação, cada um dos nossos parceiros também realizou oficinas de capacitação com as suas comunidades de leitores para desenvolver o conhecimento da mídia digital, jornalismo cidadão e habilidades de verificação.

IJNet: Como vocês trabalham com os seus parceiros?

TT: Em pouco menos de um ano vimos quase 10.000 atualizações com milhares de mídias sociais que deram uma maior profundidade para a reportagem de toda a região do Oriente Médio e Norte da África. Cada um dos nossos parceiros usa o Checkdesk de uma forma diferente dentro de sua organização e eles mantêm o controle editorial total sobre o que publicam.

IJNet: O que pretendem fazer com o fundo da Knight?

TT: [Queremos tornar nossas ferramentas] mais disponíveis a qualquer um que esteja interessado em fazer perguntas sobre a mídia que veem online. Queremos incorporar listas de verificação para orientar as pessoas através de várias técnicas que podem ser usadas para verificar um vídeo do YouTube, por exemplo, e reduzir um pouco da fricção na realização dessas técnicas (verificar o tempo em uma determinada data usando o motor de busca computacional Wolfram Alpha; revelando dados EXIF ​​de uma foto, etc).

Clique aqui para visualizar o Checkdesk. Você também pode pegar o código para instalar a plataforma através do Github.

Vídeo do CheckDesk.org. Crédito de imagem: Meedan.org