Nova ferramenta ajuda comunidade de jornalismo cidadão em Moçambique

por Jessica Weiss
Jul 16, 2013 em Diversos

A equipe editorial do jornal @Verdade em Moçambique está se preparando para cobrir as eleições municipais do país em novembro, e as eleições nacionais no próximo ano. Com 2.500 pontos de votoção em todo o país, monitorá-los é uma tarefa difícil para qualquer redação, e especialmente para o time do @Verdade, que tem uma equipe de apenas 11 pessoas.   Para dar conta desse trabalho, entra em jogo uma rede inovadora de repórteres cidadão.

Pela primeira vez, cidadãos estão ajudando o @Verdade a informarem sobre o processo eleitoral. Estão usando o Citizen Desk, um novo conjunto de ferramentas que ajudam as organizações de notícias a incorporarem o jornalismo cidadão em seu trabalho online ou na versão impressa. Com o Citizen Desk, o @Verdade pode coletar, verificar, premiar e publicar relatórios enviados por cidadãos através do Facebook, Twitter, YouTube e SMS.

Para testar e aperfeiçoar a nova tecnologia antes da época de eleição, a equipe do @Verdade agora está visitando os municípios e pontos de votoção e tentando envolver correspondentes comunitários. Também estão alcançando as redes cívicas locais, rádios comunitárias, monitores eleitorais internacionais, motoristas de táxi e muito mais para ajudar a formar uma rede de informações confiáveis ​​sobre como o processo de registro de eleitor está funcionando.

Os cidadãos estão ajudando a responder perguntas como: Os locais de votação estarão abertos? Os funcionários oficiais estarão presentes e os eleitores livres de intimidação? O equipamento está funcionando corretamente?

Durante as eleições, o @Verdade usará o Citizen Desk para monitorar vários feeds de informações, verificar informações, guardar notas em um banco de dados de contato e, em seguida, escolher o melhor conteúdo e incluí-lo em artigos vivos e dinâmicos.

O editor-chefe do @Verdade, Adérito Caldeira, diz que espera que o envolvimento da comunidade tenha um impacto social de grande alcance.

"Esperamos que as pessoas... sintam que podem ir votar e acreditar que cada voto será realmente contado", Caldeira recentemente disse ao Sourcefabric, uma desenvolvedor de software de código aberto sem fins lucrativos para organizações de mídia independente.

A tecnologia de base do Citizen Desk é baseada no software Superdesk do Sourcefabric, uma ferramenta de redação de código aberto para gerenciamento de redação, entrega de conteúdo e estratégia de negócios.

O Citizen Desk é um dos 20 vencedores do concurso African News Innovation Challenge contest (ANIC), que busca incentivar a experimentação em tecnologias digitais e apoiar as melhores inovações destinadas a fortalecer organizações de notícias africanas. O concurso, inspirado no Desafio Jornalístico Knight, foi lançado pela African Media Initiative, sob a liderança de Justin Arenstein, bolsista do Knight International Journalism Fellowship.

A plataforma de fonte aberta livre será eventualmente disponível para qualquer organização de notícias. Mas, enquanto isso, o @Verdade está ajudando os desenvolvedores a refinarem fluxos de trabalho, beta-test o software, prestar consultoria em dispositivos móveis e métodos de reportagem, otimizar capacidade de rede sem fio móvel, construir a primeira comunidade do Citizen Desk em funcionamento e muito mais.

Para maximizar o impacto, a equipe do @Verdade será capacitada em estratégias de live-blogging, estratégias de negócios e gestão de notícias da comunidade. A equipe editorial receberá treinamento para trabalhar com a plataforma e vai ajudar a escrever um manual para a ferramenta que será usada por outras organizações no futuro.

Na próxima fase do projeto, os editores poderão marcar histórias para indicar o quão confiável ou verificável um SMS ou tweet é. Também poderão enviar outros jornalistas para acompanhar os relatórios de cidadãos, adicionar notas e informações de fundo, ou conectar uma mensagem a um banco de dados de contacto que mantém um histórico de relatórios, informações de contato e muito mais. E um arquivo de mídia irá armazenar todas as imagens e vídeos para reutilização.

Citizen Desk: a newsroom dashboard for community reporting from Sourcefabric on Vimeo.

Jessica Weiss, ex-editora-chefe da IJNet, é jornalista com base em Buenos Aires.

O conteúdo de inovação de mídia global relacionado com os projetos e parceiros dos bolsistas do Knight International Journalism Fellowsship na IJNet é apoiado pela John S. and James L. Knight Foundation e editado por Jennifer Dorroh.

Imagem sob licença CC no Flickr via sjcockell