Experiências e métodos para melhorar a diversidade de redações

porTabitha Richmond
Oct 22, 2018 em Diversidade
SAJA panel

Jornalistas de origem sul-asiática nos Estados Unidos e outros que cobrem o sul da Ásia foram convidados a celebrar o trabalho de mais de 30 finalistas na 18ª Cerimônia Anual da Associação de Jornalistas do Sul da Ásia (SAJA, em inglês) na semana passada no National Press Club, em Washington.

Durante a cerimônia, um painel composto por Sudeep Reddy do POLITICO, Kainaz Amaria da Vox e Idrees Ali da agência Reuters deu dicas para aumentar a diversidade na redação e como mais diversidade pode levar a uma maior confiança na mídia.

Muitas organizações de notícias e repórteres estão lutando com questões de diversidade. Durante o painel, Amaria citou um artigo publicado pelo Washington Post que examina a cultura da sala de imprensa da Casa Branca, que é dominada por repórteres brancos.

Ali sofreu com essa falta de diversidade em primeira mão. Ele é uma das únicas pessoas de grupos minoritários que cobrem segurança nacional nos Estados Unidos e trabalham com o Pentágono. "Ter uma pessoa não branca e não americana é muito diferente", afirmou Ali. “Mas eu acho que [os militares] realmente apreciam a perspectiva que é trazida pela cobertura e pela forma como fazemos perguntas.”

Incluir diferentes perspectivas na mídia é fundamental para que as pessoas se sintam representadas no país, disseram Reddy e Amaria.

"Como o jornalismo ao nível local está erodido, acho natural que as pessoas comecem a desconfiar [da mídia] porque veem pessoas chegando e contando as histórias deles", disse Amaria. Entrevistados e públicos-alvo não se veem representados pelos repórteres que cobrem histórias locais. "É aí que diferentes pontos de vista entram em questão."

Ela acrescentou que as redações precisam começar a examinar a si próprias para garantir que representam a população em toda a sua diversidade. Fazer isso é uma maneira de reconstruir a confiança nos veículos de comunicação nacionais porque as pessoas terão uma chance maior de se relacionar com aqueles que estão reportando suas histórias.

Como as redações podem aumentar a diversidade para que o público se sinta representado?

Em uma entrevista após a conclusão do painel, Amaria compartilhou algumas dicas.

Faça da diversidade uma prioridade de negócios

Pense em aumentar a diversidade em todos os níveis. Embora seja importante incorporar uma equipe diversificada na hora da reportagem, ela também deve ser considerada na gerência média e nas posições de liderança para gerar uma abordagem holística.

Se sua organização está com dificuldades, traga especialistas para criar novas iniciativas de diversidade e que possam atrair uma grande variedade de candidatos.

Seja transparente

Compartilhe os números da sua redação: isso ajudará você a responsabilizar sua redação. De acordo com a pesquisa de 2017 sobre percentuais de grupos minoritários em redações publicadas pela Sociedade Americana de Editores de Notícias (ASNE, em inglês), mais de 200 das redações participantes nos Estados Unidos tinham uma equipe toda branca.

É importante participar de pesquisas como essas para mostrar que sua redação valoriza a diversidade, está ciente de suas deficiências e fará um esforço para avançar no sentido de aumentar a diversidade no futuro. Você também deve destacar seus esforços de recrutamento e retenção de novos funcionários, para manter seus próprios funcionários e grupos ativistas informados.

Eleve todas as vozes

Não promova continuamente a voz da mesma pessoa. Certifique-se de que as equipes de comunicação e mídia social estejam ampliando uma variedade de histórias e ideias de todos os membros da redação. Promover uma variedade de histórias e ideias igualmente ajudará a construir um público mais amplo e diversificado.

Crie grupos de recursos de empregados para comunidades diversas

Uma parte importante na construção da diversidade é garantir que possa ser mantida. Criar grupos de recursos dará aos empregados sub-representados um lugar onde possam falar livremente e trabalhar para influenciar os negócios e a administração. Quando bem executados, os grupos de recursos dos funcionários também podem ajudar os membros a desenvolver habilidades de liderança, aumentar a visibilidade, recrutar pessoal novo e diversificado e obter acesso a funcionários de alto nível.

Para um exemplo de como os grupos de recursos criam um impacto positivo, a Vox Media recebeu uma classificação de 95/100 em igualdade corporativa do Conselho de Direitos Humanos e cita grupos de recursos como uma de suas iniciativas bem-sucedidas de diversidade e inclusão.

Imagens cortesia de Alexandra Sarabia/SAJA