Estudo fornece recursos para ensino de jornalismo empreendedor

porJennifer Dorroh
Jan 31 em Temas especializados
Sala de aula

Na América Latina, onde os empreendedores de notícias estão entre as únicas fontes de notícias independentes, um número crescente de estudantes está interessado em aprender habilidades para lançar e manter startups. No entanto, menos de 3 por cento das universidades na América Latina que ensinam jornalismo e comunicação oferecem cursos de empreendedorismo, segundo um novo estudo.

A SembraMedia, uma organização sem fins lucrativos dedicada ao aumento do conteúdo de qualidade e à diversidade de vozes em espanhol, conduziu o estudo “Ponto de partida: um estudo sobre cursos de jornalismo empreendedor em espanhol”.

Os pesquisadores descobriram que, quando as universidades oferecem cursos de jornalismo empreendedor, os estudantes correm para eles. "Estamos entusiasmados em ver o interesse crescente no jornalismo empreendedor entre estudantes e professores, e esperamos que este estudo inspire mais universidades a oferecer esses tipos de cursos", disse Janine Warner, bolsista Knight do ICFJ, que fundou a SembraMedia. "É mais importante do que nunca para os jornalistas entenderem negócios e gerenciamento básicos."

O estudo também explorou as experiências de professores que ensinam jornalismo empreendedor em espanhol. A maioria traz uma profunda experiência do mundo real para a sala de aula: a maioria tem mais de uma década de experiência em ensino e trabalho em mídia, e quase dois terços lançaram seus próprios projetos ou startups.

SembraMedia study

Uma equipe de pesquisadores liderados por Patricio Contreras, professor da Universidad Alberto Hurtado no Chile, identificou e fez enquetes com 59 professores (48 na América Latina e 11 na Espanha) que ensinam jornalismo empreendedor em espanhol. A equipe conduziu entrevistas em profundidade com 25 deles.

O estudo também explora as semelhanças e diferenças entre os cursos de jornalismo empreendedor, bem como sua eficácia e impacto.

A SembraMedia publicou a tradução em inglês do estudo, que foi originalmente publicado em espanhol no mês passado.

Junto com o estudo, a SembraMedia também publicou um kit de ferramentas com recursos para ensinar jornalismo empreendedor baseado nas entrevistas em profundidade. Inclui recomendações de livros, uma lista de especialistas e conselhos para manter-se atualizado sobre o cenário da mídia.

O estudo despertou tanto interesse de empreendedores de notícias que a SembraMedia está ajudando a lançar uma rede de professores de jornalismo empreendedor interessados em fortalecer as práticas de ensino na América Latina e na Espanha, compartilhando recursos e melhores práticas.

Ao ajudar universidades a reforçar seu currículo de empreendedorismo, a SembraMedia espera capacitar uma nova geração de jornalistas prontos para liderar organizações de mídia independentes. "Nosso objetivo é ajudar essas organizações de mídia lideradas por jornalistas a ter um impacto maior, e acreditamos que a colaboração com universidades na América Latina, Estados Unidos e Espanha é fundamental", disse a diretora-geral Mijal Iastrebner.

Leia o estudo em inglês ou espanhol.


Imagem principal sob licença CC no Unsplash via Cole Keister

Jennifer Dorroh é diretora das bolsas ICFJ-Knight.