Contando notícias com ilustrações

porLindsay Kalter
Mar 22, 2013 em Diversos

Enquanto muitas organizações de notícias embarcam em formatos narrativos diferentes usando os métodos digitais mais modernos, alguns veículos de mídia estão utilizando uma técnica muito mais antiga: ilustrações desenhadas à mão.

Várias organizações estão experimentando com esta forma de contar histórias, observou Al Tompkins num post no Poynter Online. O Center for Investigative Reporting (CIR) e o California Watch criaram um vídeo composto por desenhos chamado "In Jennifer's Room" para acompanhar uma reportagem sobre abuso e negligência em centros de desenvolvimento para pessoas com deficiência na Califórnia.

Por causa da natureza delicada da história e da importância de manter o anonimato da menina, o autor não tinha fotos, entrevistas em áudio, ou recursos visuais atraentes que pudéssemos usar, explicou a produtora multimídia da CIR, Carrie Ching, a Tompkins. "Mas tínhamos uma incrível história humana para contar e tivemos que conta-la dentro dessas limitações", Ching disse.

Esse estilo de jornalismo geralmente usa animação em vez de desenhos minimalistas. O New York Times muitas vezes usa animação. As animações do StoryCorps na NPR, “John and Joe,” “Germans in the Woods” e “Danny and Annie" usam desenhos para ajudar a comunicar ideias sobre temas difíceis da vida.

Há dúvida sobre como será a aceitação do público para histórias ilustradas. O CIR identificou dois elementos que garantem o sucesso de um projeto: uma reportagem cuidadosa e tempo suficiente. "A equipe que produziu 'In Jennifer’s Room' começou a conversar sobre o projeto meses antes de lançar ao público", escreveu Tompkins. "As conversas permitiram que a ocupada equipe questionasse cada detalhe artístico e permitiram a todos os membros da equipe oferecer ideias sobre como contar a história."

Para ler o post original (em inglês), clique aqui.

O Poynter Online, IJNet parceiro e site do Instituto Poynter, é uma escola que serve o jornalismo e uma escola que serve o jornalismo e a democracia há mais de 35 anos. O Poynter oferece notícias e treinamento para qualquer agenda, com orientação individual, seminários presenciais, cursos online, webinários e muito mais.

Foto cortesia de grietgriet no Morguefile