Conheça os empreendedores de mídia do Centro de Mentoria da IJNet em Árabe

porIJNet
May 19, 2020 em Empreendedorismo de mídia
Participantes do Centro de Mentoria

A IJNet publica artigos sobre as dicas, ferramentas e recursos mais valiosos para jornalistas que trabalham em todo o mundo. Todos os anos, também convidamos empreendedores de mídia a se inscreverem em nosso Centro Árabe de Mentoria para Startups de Mídia no Oriente Médio e Norte da África (MENA, em inglês). Por meio desse programa de dez meses, conectamos fundadores de projetos emergentes de mídia na região com mentores especializados para ajudá-los a melhorar e aumentar seus novos veículos de comunicação.

Oito empreendedores de mídia ao redor do mundo árabe participaram da última rodada do programa -- a sexta -- que começou em meados de 2019.

Na conclusão do programa, em abril, os mentores selecionaram os três veículos de comunicação mais promissores deste ano para conceder financiamento inicial, com o objetivo de incentivar seu crescimento e desenvolvimento.

Sheikha Aldosary

Sheikha Aldosary, participante da Arábia Saudita, conquistou o primeiro lugar com seu projeto Saudi Women’s Stories, que visa contar histórias de mulheres sauditas. O jornalista sírio Abdul Kareem Aouir ficou no segundo lugar com seu jornal científico online, baseado no Qatar, Nok6a.net. A jornalista argelina Farida Hamdi, fundadora do site econômico, 4DZ, ficou em terceiro.

Aldosary trabalhou com o New York Times e o Washington Post na região MENA antes de participar do Centro de Mentoria. Depois de alcançar o primeiro lugar pelo site Saudi Women’s Stories, Aldosary, fundadora e diretora do veículo, fortaleceu seu foco nos direitos das mulheres. Ela disse que seu projeto pretende capacitar e incentivar as mulheres sauditas a iniciar um diálogo e discutir seu papel como mulheres na sociedade saudita.

"Saudi Women's Stories é uma plataforma educacional independente de storytelling para as mulheres da Arábia Saudita contarem suas histórias, especialmente relacionadas ao sucesso e à excelência, que destacam a diversidade em várias regiões do Reino. O site também treina mulheres para contar suas histórias", ela disse.

قصص
Esta imagem é do site Saudi Women’s Stories.

 

"Agradeço aos mentores que me ajudaram a focar, melhorar minha redação, identificar o conteúdo e encurtar as histórias que eram longas demais", disse Aldosary após sua participação no Centro de Mentoria. "Começamos a confiar no Instagram, que muitas mulheres sauditas seguem, para promover histórias e envolver mulheres que convidamos a participar de campanhas e criar vídeos."

A publicação estava no Twitter e no Instagram e, depois de participar do programa, adicionou o Snapchat e o YouTube, o que ajudou a aumentar seus seguidores.

Aldosary incentivou os jornalistas a participarem do Centro de Mentoria. "Ele oferece oportunidades para estabelecer parcerias e aprender com as experiências de outras startups da mídia de diferentes países -- incluindo seus sucessos e desafios -- e trabalhar em conjunto em pesquisa, fotografia e mais. Isso é um acréscimo à quantidade de conhecimento, orientação e aconselhamento que os mentores fornecem."

Ela continuou: "Conseguimos financiamento para o projeto de várias fontes durante nossa participação no Centro de Mentoria, e começamos a trabalhar com várias organizações em eventos e campanhas para empoderar as mulheres."

Abdul Kareem Aouir

Abdul Kareem Aouir, que atualmente mora no Catar, participou do Centro de Mentoria da IJNet, para expandir seu canal de jornalismo científico, Nok6a.net. Ele trabalha como único redator de conteúdo do site, bem como seu tradutor.

Com sua experiência no Centro de Mentoria, Aouir agora pretende produzir 70% da revista como conteúdo original. Ele também lançou contas de mídia social para seu veículo no Twitter e Instagram.

 

نقطة
Captura de tela do Nok6a.net

 

Em entrevista à IJNet, Aouir explicou que está interessado em tornar informações relacionadas à ciência mais acessíveis. Ele fundou o Nok6a.net para fazer isso. Ele participou do programa do Centro de Mentoria para expandir o site.

"Os mentores nos ajudaram a pensar sobre a identidade do projeto. Eles explicaram os princípios básicos de avançar definindo o público-alvo e, em seguida, obtendo o conteúdo apropriado", disse ele.

“O projeto, Nok6a.net, tornou-se profundo e diversificado. Meu pensamento não se concentra mais em apenas fornecer informações científicas ao público, mas também em como a ciência e a tecnologia podem contribuir para o desenvolvimento sustentável no mundo árabe", continuou ele. "A maneira como abordamos o público e a maneira como direcionamos e distribuímos o conteúdo mudou. Temos mais seguidores e mais visitantes em nosso site e, em três meses, a classificação da revista no Alexa.com aumentou."

Aouir aconselhou todos os jornalistas com um projeto ou ideia emergente a considerar se inscrever no Centro de Mentoria, para aproveitar o conhecimento e as ferramentas que ele fornece para apoiar o desenvolvimento de jovens meios de comunicação.

Farida Hamdi

A jornalista argelina Farida Hamdi ficou em terceiro lugar depois de lançar um site completamente novo, 4DZ, com uma missão mais direcionada no início de 2020.

Hamdi, que tem experiência em conduzir entrevistas, editar e preparar matérias para um canal de TV argelino, entrou no programa de mentoria em meados do ano passado, dirigindo um site chamado Lakhbarat, que cobria notícias políticas, econômicas e sociais na Argélia.

Ela decidiu reformular sua abordagem depois de receber orientação crítica dos mentores e treinadores do programa.

"No workshop na Tunísia, aprendi muito sobre edição, preparação de conteúdo e escolha de títulos atraentes. Mas o verdadeiro ponto de virada para meu projeto de mídia foi durante minha participação no campo de treinamento do Centro de Mentoria na Jordânia, onde conheci treinadores com diferentes especialidades", disse Hamdi.

"Quando eles me perguntaram o que distinguia meu site dos outros e compartilharam suas opiniões, eu decidi mudar completamente meu site de notícias", continuou ela. "Criei o 4DZ, um site econômico especializado que se concentra em finanças, bancos, economias emergentes e tendências gerais na economia da Argélia. O que me motivou é o fato de a Argélia não ter um site tão especializado em árabe."

4dz
Captura de tela do site 4DZ. 

 

Hamdi observou que a coisa mais importante que aprendeu com os mentores do programa não foi apenas como iniciar o projeto, mas como elaborar estratégias para garantir que ele permaneça sustentável.

"Aconselho a todos que têm um projeto de mídia a participar desse treinamento exclusivo e a se beneficiar dessa experiência muito profissional", disse ela.


A IJNet em Árabe começará em breve o recrutamento para o Centro de Mentoria 2020-21 e anunciará detalhes em breve.

A imagem principal dos participantes com mentores do Centro de Mentoria de Iniciativas de Mídia, de autoria de Mohammed Mekawi, foi usada com permissão.