Webb na Web: Ferramentas 'Crowdsourcing' para jornalistas

porAmy Webb
Aug 1, 2010 em Jornalismo digital

Há pouco tempo, apresentei algumas ferramentas online para crowdsourcing. "Crowdsourcing" se refere a utilizar a sabedoria de um grande grupo de gente para ajudar a responder uma pergunta ou aprender mais sobre um tópico em particular. Tipicamente, um usuário da rede social irá "crowdsource" um assunto, perguntando a seus amigos e respondendo aos comentários.

Pode ser que você precise achar uma fonte obscura para uma matéria, ou talvez somente esteja procurando um conselho. De qualquer maneira, aqui estão três ferramentas relativamente novas que são gratuitas e fáceis de usar.

Quora é um novo site de 'crowdsourcing' que aproveita as pessoas na sua rede social e na de outros. Você faz perguntas a um grupo e os membros respondem. O que é mais legal no Quora é que todas as perguntas e respostas são colocadas em categorias e arquivadas, para que conversas façam parte de um conteúdo que mais tarde pode ser pesquisado e usado novamente.

Aardvark foi lançado em um congresso que participei no ano passado e cresceu significativamente desde então. Aardvark é um motor de busca social, onde você pode postar perguntas a pessoas na sua rede social (e nas pessoas na rede social de seus amigos). Aardvark usa uma série de algoritmos para determinar a melhor pessoa para responder sua pergunta, e envia seu pedido. Em minutos, você recebe uma resposta. Aardvark impressionou pesquisadores e companhias buscadoras tanto que foi adquirido pelo Google recentemente.

LinkedIn não é necessariamente novo, mas passou por um repaginamento recentemente e alguns recursos foram incorporados. Publique uma pergunta no LinkedIn e utilize a sabedoria de milhões de usuários do site.

Amy Webb é consultora de mídia digital e presidente da Webbmedia Group, LLC. Webb também lançou um novo site de treinamento multimídia, o Knowledgeweb.Em sua coluna semanal, Webb na Web, Amy informa sobre multimídia e dá dicas sobre reportagem e estratégias para incorporar tecnologia na sala de redação. Acompanhe a Amy pelo Twitter e delicious.