Uma nova maneira de financiar projetos de jornalismo de vídeo

porJessica Weiss
Jun 5, 2013 em Jornalismo multimídia

Um novo site de crowdfunding entrou no cenário da mídia independente, desta vez com a missão de financiar o jornalismo de vídeo.

Lançado no dia 20 de maio, o Vourno, cujo nome significa "video + jornalista", funciona como outros sites de crowdfunding, como o Indiegogo e o Kickstarter, mas se concentra exclusivamente em notícias e possui sua própria plataforma de visualização.

Jornalistas que querem produzir uma matéria de investigação, editorial, reportagem ou dar uma notícia urgente criam uma página do projeto e sugestão de pauta de vídeo, definem uma meta de financiamento e promovem sua campanha. Cada projeto tem 30 dias para atingir a meta de financiamento. O financiamento é tudo ou nada. Se um projeto atinge seu objetivo, o jornalista produz o vídeo e, em seguida, apresenta o trabalho no Vourno. Reportagens concluídas são de propriedade do jornalista e podem ser compartilhadas, vendidas e publicadas em outros lugares depois de se hospedarem no Vourno por sete dias.

Até agora, apenas jornalistas com conta bancária nos Estados Unidos podem participar, mas o Vourno planeja expandir no exterior nos próximos meses. Um projeto foi financiado até agora.

"Nós amamos jornalismo e não estão satisfeitos com o atual estado da indústria," disse à IJNet o empreendedor Joseph Verdirame, um dos fundadores do site. "Como empreendedores, nós vimos uma grande oportunidade para corrigir os problemas que existem. Ao fazer isso, estamos focados em duas coisas: 1. Como conseguimos dinheiro para os jornalistas para que eles possam ser independentes e florescer? 2. Como podemos permanecer 100 por cento neutros?"

Em última análise, o Vourno quer criar uma rede para mostrar o melhor trabalho e permitir que o público veja, compartilhe e avalie os vídeos.

Crowdfunding tornou-se uma abordagem alternativa para aqueles que querem lançar seus próprios projetos, mas a indústria ainda não viu realmente prosperar uma plataforma específica de jornalismo de crowdsourcing. O IndieGoGo e o Kickstarter hospedam campanhas relacionadas com jornalismo, mas lançam uma rede vasta. O Spot.us é especializado em jornalismo fundado pela comunidade, mas não financiou nenhum projeto desde 2012. O Emphas.is, ainda em versão beta, oferece crowdfunding para fotojornalistas.

Ainda assim, o Vourno tem visões grandiosas para o site. Busca aumentar a receita de anúncios com o aumento do conteúdo e da audiência, e compartilhar essa receita com os jornalistas participantes no futuro.

"Quanto mais soluções de receita podemos proporcionar, mais bem-sucedida nossa plataforma vai ser", disse Verdirame.

Jessica Weiss é uma jornalista com base em Buenos Aires.

Foto de Richard Masoner no Flickr sob licença Creative Commons license