Três maneiras de usar Google Plus para reportagem

porMaite Fernandez
Jul 23, 2011 em Diversos

Todos concordamos: a idéia de entrar em mais uma rede social faz até o jornalista mais extrovertido ficar anti-social.

Mas tem havido um crescente burburinho sobre o Google Plus -- que diz ter 20 milhões de usuários atualmente -- e se você tiver algum tempo para bisbilhotar, vai descobrir que há uma série de recursos úteis para reportagens.

Aqui estão três maneiras, segundo a JNet, para ajudar o trabalho dos jornalistas.

1) Fique atualizado no seu foco e rastreie notícias usando 'Sparks' e 'Circles'

Sparks reúne o conteúdo mais recente sobre qualquer tema que você gosta, semelhante a uma busca do Google Notícias. Depois de salvar o seu tópico de notícia, você pode acessar o feed clicando no seu nome (localizado no lado esquerdo embaixo do 'Sparks' na página principal). Este recurso permite exibir um fluxo do conteúdo mais recente sobre o assunto em sua página.

Outra forma de se manter informado sobre as notícias que você precisa seguir é criando um círculo (circle) de sua leitura obrigatória dos seus veículos de notícias preferidos. 'Circles' são uma maneira de organizar seus contatos em grupos, o que também lhe dá mais controle sobre o conteúdo a ser trocado. O nome do seu círculo e quem você adiciona a ele só são visíveis para você, como explicado no centro de ajuda do Google Plus.

Você pode selecionar quais mensagens quer receber clicando nos círculos do lado esquerdo da página principal do Google Plus. Ao criar um círculo de "notícia", o conteúdo desses usuários será transmitido de maneira semelhante ao Twitter e suas listas .

Até agora só há algumas agências de notícias no Google Plus, mas mais serão obrigadas a abrir contas em breve uma vez que o Google permite que as marcas criem perfis. Vale a pena adicionar CNN Breaking News, MSNBC e Al Jazeera, que já estão gerando conversas dinâmicas com seus usuários no Google Plus.

2) Encontre fontes e relatos de primeira mão sobre eventos

É fácil encontrar pessoas usando o Google Plus e a rede social torna simples compartilhar fotografias e vídeos, que também parecem melhor do que no Facebook. Um exemplo foi seu uso durante o atentado terrorista em Oslo, dando a notícia antes do Twitter.

Isto é especialmente útil para jornalistas uma vez as pessoas adquirirem o hábito de adicionar uma melhor qualidade de fotos e vídeos de seu telefone móvel a seus perfis.

Se os usuários compartilham esse conteúdo público, você será capaz de vê-lo. A informação emerge de forma muito mais fácil do que no Facebook, por exemplo, onde a maioria das pessoas não mantêm seus perfis públicos e primeiramente devem aceitar o seu pedido para ser adicionado como amigo.

Uma agência de notícias local já descobriu como usar o Google Plus para cobrir uma notícia urgente. Leia mais sobre como o Trentonian, um jornal de Nova Jersey, cobriu um tiroteio com várias ferramentas, entre elas o Google Plus, aqui e aqui.

3) Entreviste pessoas com o 'Hangouts'

Quando encontrar uma fonte, você também pode entrevistá-lo usando o 'Hangouts', "um serviço de chat de vídeo semelhante ao Skype. A vantagem do Google Plus é que ele permite que você converse usando vídeo com até 10 pessoas simultaneamente. A qualidade do áudio e vídeo é muito boa. No entanto, tem suas limitações: a ferramenta ainda não pode ser usada em dispositivos móveis.

Embora a maioria dos professores de jornalismo e veteranos de notícia não recomendem entrevistar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, você pode usar esse recurso para entrevistar duas pessoas com visões contrastantes ou fazer uma cobertura muito mais dinâmica. É útil também para redações com mais de um repórter cobrindo uma mesma matéria para que todos possam ficar a par de tudo ao mesmo tempo.

Quando você inicia um 'hangout' (ou um círculo) com um grupo de indivíduos, ele aparecerá em seu perfil e nos perfis deles, mas apenas aqueles convidados para o bate-papo de vídeo poderão vê-lo. Não se tornará público. No entanto, você pode excluir esse post se quiser.

Além disso, o Google Chat é integrado com o Google Plus, assim você pode usar o recurso de bate-papo com as suas fontes ou colegas de trabalho sem ter que navegar para fora da página.

Embora o Google Plus tenha sido criado há apenas algumas semanas e a base de usuários ainda esteja crescendo, ele tem muito potencial para a reportagem e compartilhamento de conteúdo. Se você não recebeu um convite ainda, pode solicitar aqui.

Você já usou o Google Plus? Como está ajudando no trabalho?