Três dicas para propor projetos empresariais de jornalismo

porJeremy Caplan
May 8, 2012 em Diversos

Para convencer alguém a investir num projeto, colaborar com você ou simplesmente experimentar um site, é preciso de um tipo especial de comunicação compacta.

Aqui estão três dicas sobre abordagens para lançar um projeto.

Ilustre o impacto do seu projeto com multimídia atemporal

O vídeo é uma ferramenta poderosa para propor ideias. Quando o projeto de jornalismo investigativo "Matter" levantou mais de US$140.000 em março, sua principal ferramenta foi um excelente vídeo sobre a necessidade de uma melhor cobertura de ciência. Da mesma forma, o "Beat Civil" de Honolulu usou um vídeo bacana para transmitir o valor e o impacto do seu site de notícias...

Vídeos criativos de projetos podem assumir inúmeras formas, desde explicações em animação popularizadas pelo Common Craft e GoAnimate, a gravações simples com webcâmeras e microdocumentários sofisticados. Os excelentes vídeos de projetos são muitas vezes mais informativos do que super produzidos. Um exemplo é este vídeo do Blank on Blank, que publica entrevistas do fundo do baú. Aqui está outro do I-News Network de Colorado, que recebeu um prêmio de jornalismo empresarial do Poynter Institute em 2010.

Aproveite ao máximo as oportunidades espontâneas para propor ideias

Às vezes não dá para mostrar algo visual. Quando você topar com alguém em uma conferência, tem que propor sua ideia rapidamente apenas com palavras, sem slides e vídeos. Nestas situações pessoais, é crucial ter frases persuasivas prontas para falar. Aqui estão quatro componentes para ajudar a transmitir sua ideia de forma rápida e eficaz.

O primeiro ingrediente é uma proposição curta de valor que resume seu projeto em uma ou duas frases. O segundo ingrediente chave é uma história breve da fundação ou outra anedota que ilustre tanto a necessidade do serviço como sua utilidade.

O terceiro passo é onde é fácil errar. Não gaste tempo com mais detalhes até parar e ouvir para esclarecer dúvidas. Se há uma pausa vazia, faça perguntas: "Qual é a sua primeira impressão?", "Isso faz sentido?" ou "Como é que [o projeto] se relaciona com sua própria experiência?". Esses tipos de perguntas fazem com que a pessoa identifique o que mais lhe interessou na proposta. Assim, aumenta as chances de você encontrar um ponto de interesse mútuo.

Vá além do PowerPoint

Quando você está na frente de uma platéia, demonstrar o seu produto ou serviço é muitas vezes a melhor maneira de ilustrar como funciona. Chamar um membro da platéia para participar -- ou pedir para que todos os presentes experimentem ao vivo -- pode ser envolvente. Planilhas com números impressionantes nem sempre têm que fazer uma aparição, embora dominar fatos e números importantes sobre seu negócio ajuda a reforçar a sua credibilidade.

Para elementos que são difíceis de demonstrar ao vivo, confira ferramentas como o Projeqt, Jux, Hype e Prezi, que pode ajudar a criar uma apresentação envolvente. Ou experimente outros recursos que eu reuni nesta página no Delicious.com.

Se precisa usar slides, deixe para trás os modelos padrão do PowerPoint, e trabalhe com ferramentas de slides mais criativas ​​como o Keynote da Apple ou ferramentas baseadas na Web como o SlideRocket. O Google Presentations, que faz parte do Google Docs, começou a oferecer uma nova gama de designs limpos após uma atualização recente. Inclua uma única imagem de destaque ou algumas palavras-chave por slide.

Esse é um trecho do artigo integral, disponível (em inglês) aqui.

O artigo foi publicado pela primeira vez no Poynter Online, parceiro da IJNet e o site do Poynter Institute, uma escola que serve o jornalismo e a democracia há mais de 35 anos. O Poynter oferece notícias e treinamento para qualquer agenda, com orientação individual, seminários presenciais, cursos online, webinários e muito mais. O artigo é traduzido pela IJNet com permissão.

Imagem de um vídeo de proposta no "Blank on Blank"