Quer começar um podcast? Aqui estão algumas dicas

porAlan Soon
Aug 17, 2019 em Jornalismo multimídia
Estúdio de podcasting

Embora muita gente queira começar seu próprio podcast, as ferramentas e o fluxo de trabalho podem parecer assustadores. Fica um pouco mais fácil quando você tem uma comunidade generosa de podcasters para te aconselhar. Estas dicas foram compartilhadas em um dos nossos grupos de bate-papo do Splice, levemente editadas para esta folha de dicas.

Niki Torres
Chief Best Friends

Cingapura

Obviamente, invista em um bom microfone. Eu recomendo o microfone que eu uso atualmente, que está na faixa média: o Audio-Technica ATR2100. É bom porque só pega minha voz. Não requer cobertores.

O microfone vem com um cabo USB (conecta diretamente ao seu laptop) e um cabo XLR (se você quiser conectá-lo a uma interface de áudio que se conecta ao seu laptop). Também é importante um filtro pop ou uma espuma para garantir que não vai captar suas plosivas (o ar que você produz quando pronuncia estes sons: p, t, d, etc).

Eu comecei com ele. Apenas um microfone e meu laptop, embora a interface de áudio não seja necessária se você estiver gravando sozinho ou se seus convidados estiverem em lugares remotos e você estiver gravando online.

Para software e gravar convidados, você pode usar o Zencastr (gratuito para até 2 pessoas) ou também um truque do Skype com o Call Recorder (da Ecamm) que permite gravar chamadas e dividir as faixas. O Audacity (gratuito) funciona para gravar e editar o seu podcast.

Eu trabalho com um editor de som para editar meu podcast, o que é um quebra-galho, já que provavelmente levo o dobro do tempo para editar.


Kris Lawson
Lawson Media

Austrália

Minha recomendação é investir em um microfone bom, mas barato como o Rode Procaster ou Rode Podmic, e um gravador portátil como Zoom ou Tascam. Qualquer microfone XLR lhe dará melhor áudio do que uma opção USB. Dito isso, o Rode também faz um microfone USB Podcaster que não é ruim.

Em termos de software de edição, confira o Hindenburg Journalist, que é relativamente barato, fácil de aprender e tem tudo que você precisa para fazer um ótimo programa. Você também pode usar um software livre como o Audacity, apesar de que eu recomendo bastante o Hindenburg, pois tem muito mais recursos.

Em termos de hospedagem, o Simplecast é barato e confiável. Além disso, há empresas (como a Whooshkaa)   que oferecem hospedagem gratuita e são compatíveis com o IAB. Também o Omny Studio é bom se você busca algo com mais recursos.

Eu posso dizer que uma espuma acústica pode ser obtida de forma relativamente barata e você pode colá-la na parede e remover facilmente sem danificá-la. Realmente ajuda a abafar reflexos sonoros.

Aviso: Kris vai dar uma masterclass em fundamentos de podcasting que começa no dia 1° de outubro de 2019. Inscreva-se aqui.


Carljoe Javier
Puma Podcast

Filipinas

Quando comecei a usar o Hindenburg, aumentou drasticamente minha velocidade e qualidade de edição. Então, concordo com essa recomendação.

Sobre o tema do cobertor, um paletó é uma ótima opção para abafar o som se você estiver gravando sua própria voz e precisar de algo em um piscar de olhos.

Eu tenho praticamente o mesmo conselho que os comentários anteriores. Em termos de software de edição, se você tiver um iPad Pro, o Ferrite é uma ótima opção de gravação e edição. E é consideravelmente mais barato que as opções do desktop pro. Também pode usar um Apple Pencil para editar, o que torna o trabalho mais intuitivo.

Para configurações móveis, usamos microfones Zoom. Pode ser uma opção cara, mas você obtém uma ótima qualidade de áudio.

A melhor maneira de realmente entender o que você precisa é fazer algo que não seja destinado ao consumo de do público-alvo no início.

Pegue um amigo, faça uma entrevista ou escreva seu roteiro e grave-o com o que você tiver. Então experimente e edite você mesmo. E depois faça o upload em algum lugar gratuito (como o SoundCloud) só para ver como tudo é feito.

Fazer todas as partes do processo ajuda você a identificar os pontos de falha, o que é fácil para você, o que é difícil, se você precisa investir em equipamentos melhores e onde precisa de ajuda. Tecnicamente, se você tem um smartphone, tem tudo o que precisa para fazê-lo.

Depois de fazer um áudio, você entenderá todos os pontos que deve melhorar.

Em seguida, você pode trabalhar em outras coisas, como tornar seu conteúdo mais interessante ou alcançar seu público ou criar ambientes sonoros de áudio em camadas bem bacanas.
 


Este artigo foi publicado originalmente por Splice e reproduzido na IJNet com permissão.

Imagem principal sob licença CC no Unsplash via Austin Distel