Quatro dicas de como proteger seu computador antes que seja roubado

por Jorge Luis Sierra
May 30, 2013 em Segurança do jornalista

Quando governos corruptos, empresas com conflitos de interesse ou o crime organizado invadem a casa de um jornalista ou a redação de um veículo de notícias, seu objetivo principal é muitas vezes pegar os computadores.

Jornalistas no Chile, México e muitos outros países perderam informações sigilosas, valiosas e confidenciais, como dados de contato de fontes, pautas de jornalistas, diretórios, projetos e temas de investigação.

No entanto, adotando algumas medidas preventivas, você pode reduzir o dano potencial do roubo de seus computadores. Aqui estão algumas dicas:

1. Pare de misturar informações pessoais e profissionais

Misturar informações pessoais e de trabalho significa que se o seu computador for infiltrado ou roubado, estarão em risco não apenas seus contatos profissionais e fontes, mas a segurança de sua família e amigos também. Se precisa manter os arquivos pessoais com você fora de casa, guarde-os em uma pasta criptografada através do serviço gratuito Truecrypt.

2. Cuidado com o local de trabalho

Dimitri Vitaliev, um perito do Front Line Defenders, que escreveu o manual de segurança digital clássico para defensores dos direitos humanos, sugere manter um perímetro em torno de computadores controlados por segurança. Dentro dessa fronteira imaginária em torno dos computadores, nenhum estranho pode se aproximar dos computadores, ninguém não autorizado pode usá-los e nenhum estranho pode visualizá-los. Decida com antecedência sobre os procedimentos, como quem tem acesso à área, o que constitui uma senha aceitável e o que acontece quando um usuário autorizado se afasta do computador momentaneamente.

Vitaliev diz considerar os piores cenários e avaliar os possíveis danos à segurança pessoal, aos colegas, à reputação, e até mesmo à estabilidade financeira em caso da perda de controle do computador. Pense sobre o que pode acontecer se o computador for roubado ou confiscado, se fosse hackeado eletronicamente ou se o pessoal encarregado de guardar o computador for corrupto.

3. Verifique o ambiente físico

Use esta lista de verificação para ter certeza de que uma área seja segura:

  • Impeça que entrem no prédio com facilidade e tenham acesso ao seu espaço de trabalho.
  • Não deixe que um estranho acesse as informações do seu computador quando você não está.
  • Verifique se alguém vê a sua tela enquanto você trabalha no seu computador.
  • Não olhe documentos confidenciais em seu computador se alguém pode ver a tela.
  • Verifique se seus dispositivos portáteis estão disponíveis a uma outra pessoa em seu espaço de trabalho.
  • Mantenha os seus dispositivos portáteis em locais seguros quando você não os estiver usando. Não compartilhe-os.
  • Se o seu computador deve permanecer em um escritório, prenda-o com um cadeado, se possível.

4. Proteja-se contra hackers

  • Regularmente atualize todos os programas de computador, o sistema operacional e os navegadores de internet que você usa.
  • Atualize seu antivírus e fortaleça suas senhas.
  • Crie backups de informações em discos rígidos externos e mantenha-os em um lugar seguro.
  • Se você deve guardar arquivos eletrônicos confidenciais em seu computador, crie uma pasta criptografada com Truecrypt.
  • Ninguém além de você deve usar o seu computador ou dispositivo móvel. Nunca deixe o computador desacompanhado e ligado. Desligue-o ou proteja-o com uma senha um modo "sleep."
  • Programe uma senha de usuário e um protetor de tela e nunca compartilhe os dados.

Jorge Luis Sierra é um bolsista do Knight International Journalism Fellowship com foco em segurança móvel e digital. Ele desenvolve ferramentas digitais para cidadãos e jornalistas mapearem crime e corrupção.

Foto cortesia de Cyberhades sob licença Creative Commons