Quatro alternativas para o aplicativo Vine de compartilhamento de vídeo

porMargaret Looney
Apr 11, 2013 em Redes sociais

O aplicativo Vine do Twitter, que permite que você use seu dispositivo móvel para editar e compartilhar seis segundos de vídeo, está capitalizando a tendência dos microvídeos. Mas, até agora, só está disponível para iPhones. Isso deixa de fora mais de 500 milhões usuários de Android, entre outros.

Jornalistas já usaram Vine para mostrar trechos de bombardeios na Turquia, criar infográficos animados e visualizar próximas edições de jornais. E agora que os clipes em Vine podem ser incorporados na Web, o aplicativo oferece maior capacidade de fazer crowdsource de reportagens.

Vine promete um aplicativo para Android no futuro. Mas, enquanto isso, aqui estão algumas alternativas gratuitas para compartilhar notícias que funcionam tanto em dispositivos Android, bem como em iPhones:

Tout - Este aplicativo de vídeo permite gravar e compartilhar até 15 segundos de vídeo contínuo em sites, plataformas de mídia social ou no site Tout. O ABC News, a BBC News Tech e o Daily Beast têm contas e o Wall Street Journal usa o aplicativo para compartilhar vídeos em seu blog de vídeo Worldstream. Já que você não pode editar suas fotos, este aplicativo é melhor para adicionar atualizações de notícias. Permite que você receba as atualizações de vídeo dos usuários no telefone, sendo bom também para se atualizar sobre temas de interesse. Jornalistas podem usar o recurso de resposta em vídeo como um método de engajamento em tempo real.

Viddy - Descrito como um Instagram para vídeo, este aplicativo permite gravar e compartilhar 15 segundos de vídeo. Também é um aplicativo de uma tomada, mas você pode personalizar seus clipes com filtros ou música e adicioná-los instantaneamente no Twitter, Tumblr, Facebook ou YouTube com geolocalização. Só pode capturar vídeo sem áudio, de modo que o aplicativo é mais adequado para compartilhar o ambiente de uma redação, mostrando cenas de bastidores, ou uma visão de terreno de uma notícia em cena, em vez de oferecer notícias com narração .

Klip - Este aplicativo sem frescuras permite gravar até um minuto de vídeo e compartilhá-lo no Facebook ou Twitter, juntamente com uma breve sinopse. O que você grava é o que você tem, pois o aplicativo não oferece opções de edição ou personalização, exceto para marcar a localização. Jornalistas podem usar o recurso de bate-papo para o engajamento imediato com os outros no Klip ou obter feedback do público em seus vídeos com o sistema de classificação através de emoticons.

Keek - Carrega 36 segundo de vídeo com áudio em um formato semelhante ao Twitter que permite adicionar hashtags ou URLs. Você não pode editar ou personalizar os clipes de vídeo, mas a comunidade social de apps pode tornar esta uma boa ferramenta de crowdsourcing. Também oferece uma ferramenta de análise gratuita.

Que aplicativos de compartilhamento de vídeo você prefere? Como têm ajudado na sua reportagem?