Para encontrar grandes histórias, busque além das fontes óbvias, diz correspondente da NPR

porJessica Weiss
Aug 26, 2013 em Jornalismo básico

Ao procurar uma fonte para entrevistar, "vá e olhe para uma pessoa que não parece ter uma história para contar."

Esse é o conselho da repórter veterana Ofeibea Quist-Arcton, correspondente na África para a National Public Radio (NPR) dos Estados Unidos. Recentemente, ela falou no lançamento do African Story Challenge (Desafio Africano de Matérias) sobre o que torna uma matéria boa.

"Muitas vezes, em uma matéria, as pessoas correm até o microfone para falar", diz Quist-Arcton, que cobre questões e desenvolvimentos relacionados com a África Ocidental. "Mas não é sempre que você deve usar o que essas pessoas dizem."

O desafio é um novo programa de US$1 milhão em subsídios de reportagem para incentivar matérias narrativas inovadoras com multimídia, visando melhorar a saúde e a prosperidade dos africanos. O African Media Initiative (AMI) lançou o concurso porque o tema da saúde muitas vezes recebe pouca atenção na cobertura da mídia na África, segundo o consultor de mídia Joseph Warungu, que está ajudando a AMI a organizar o concurso, como parte de seu projeto do Knight International Journalism Fellowship.

"Em todo lugar que você olha na mídia africana, há uma ênfase na política e cobertura política", Warungu disse à IJNet. "Quando você fala com jornalistas, especialmente editores, eles dizem que política vende; qualquer primeira página em qualquer lugar na África será apenas política."

Em vez de contar com um político ou um especialista para uma citação ou frase de efeito, Quist-Arcton diz: "O que você precisa fazer é ir e olhar para a pessoa que não fala, e que pode não aparentar, obviamente, ter uma história." Estes podem ser os mais quietos, diz ela, "e muitas vezes, mulher ou criança."

A Africa Story Challenge está no primeiro de cinco ciclos. Vinte candidatos pré-selecionados recentemente participaram de um acampamento intensivo, e suas matérias serão publicadas ou transmitidas nos próximos dias. Os vencedores finais serão anunciados no dia 2 de setembro.

Este vídeo tem mais conselhos de Quist-Arcton para jornalistas:

Vídeo via African Story Challenge