Os cinco melhores aplicativos de iPad para jornalistas

porEli Milchman
Aug 2, 2011 em Jornalismo digital

Antes os jornalistas tinham que arrastar um caminhão de equipamento: equipamento de filmagem, fotográfico, gravadores, cadernos, canetas, e, claro, o laptop onipresente.

Agora temos o iPad 2 -- leve e portátil, equipado com um microfone decente, uma câmera de vídeo HD de qualidade e uma câmera fotográfica que, embora lamentável quando comparada com a câmera do iPhone, ainda é boa o suficiente para blogar.

Aqui estão cinco aplicativos essenciais que você precisa para transformar o iPad em um pau para toda a obra na redação.

1. Escrever. A escolha de um aplicativo para escrever é muito pessoal; a minha favorita é o WriteRoom ($5), recém-reformulado.

O aplicativo é uma beleza - uma combinação elegante e perfeita entre simplicidade e recursos que realmente me animam para escrever no iPad. Há uma barra lateral com pastas para organizar documentos, opções que vão lhe livrar de qualquer desordem na tela (incluindo a barra de status do iPad) e um teclado aumentado com setas do cursor regulável para caracteres usados ​​com frequência. Contagens de palavras e capacidade de sincronizar com Dropbox completam os recursos. Seu melhor truque? Você pode fazer o cursor pular uma letra ou palavra de cada vez, batendo na lateral da tela.

2. Edição de foto. Criado para jornalistas que usam o kit da câmera do iPad, as habilidade do Filterstorm Pro ($15) de abrir arquivos grandes, processar em massa, fazer upload para FTP e adicionar dados de IPTC fazem todos os outros aplicativos de edição de fotos noiPad parecerem brinquedinhos.

Ele também vem com um sistema de classificação e conjunto completo de recursos de edição, incluindo a capacidade de usar masks, adicionar marcas d'água e muito mais.

Se você bloga e fotografa com a câmera do iPad 2, Filterstorm ($4) ou PhotoForge2 ($3) são menos caros e verdadeiras potências em edição de fotos com uma variedade de filtros, edição e recursos de redimensionamento.

3. Edição vídeo. Não há muitos aplicativos de edição de vídeo disponíveis para iPads ainda, mas o app iMovie da Apple ($ 5) faz um trabalho decente. Não estão disponíveis um monte de lindos efeitos especiais, mas o app é elegante, tem todos os recursos básicos (incluindo o modo de visualização) e pode transferir projetos para a versão de desktop -- e interface fácil de usar e renderização rápida é a chave para os jornalistas trabalhando no fechamento da edição.

4. Edição de áudio. SoundNote ($5) quase completamente substituiu meu gravador de voz digital. O aplicativo permite que eu digite notas enquanto grava a entrevista, assim, essas notas se tornam índices para a gravação. Eu posso tocar em uma palavra e a gravação começa a tocar no ponto exato em que a palavra foi digitada. Tente fazer isso com outro dispositivo.

5. Escuta policial internacional. Para jornalistas policiais, o 5-0 Radio HD Police Scanner ($5) é um kit essencial. O aplicativo contém 35 mil policiais, bombeiros e emergência médica de todo o mundo. Se um departamento faz a sua conversa na escuta disponível na Web, provavelmente aparece aqui. Você pode manter o aplicativo no módulo de fundo, de modo que os feeds podem ser escutados enquanto você faz um outro trabalho e ainda fornece códigos de departamento específico da polícia.