O que equipes de design estão fazendo para criar projetos de formato longo em grande escala

porKK Rebecca Lai
Aug 13, 2014 em Jornalismo de dados

Parece haver um pequeno aumento da produção em narrativa digital: Mais e mais, as redações estão começando a construir matérias de formato longo na Web, usando um design que sai dos padrões dos modelos de artigos do dia-a-dia.

Os desenvolvedores da Web nas redações, por vezes, encontram-se lutando para atender à crescente demanda editorial de um tratamento especial em projetos de matérias, às vezes copiando e colando o código anterior, a fim de cumprir um prazo. Estes esforços para trabalhar com o formato longo precisam de discussões sobre como ampliar os processos de design e considerar várias ferramentas que podem ajudar a acelerar o processo de criação do projeto.

Pensando sobre como dimensionar projetos editoriais especiais, bem como o trabalho de forma eficiente e em escala no Vox Media, Lauren Rabaino e Scott Kellum lideraram um debate sobre este tema na conferência #SRCCON inaugural do Knight-Mozilla OpenNews.

O design é uma parte integrante da narrativa, mas para fazer um design para cada matéria segundo seu conteúdo cria uma quantidade inconcebível de trabalho, dado o volume de conteúdo de um veículo de comunicação médio. Os ciclos de notícias movem-se rapidamente e produzem volumes maciços de conteúdo, sem contar que desenvolvedores são caros. Portanto, é importante considerar uma abordagem sustentável na construção e concepção de histórias especiais.

Como desenvolvedores de redações podem atender às demandas editoriais e construir matérias épicas de formato longo, de uma forma escalável?

Nesta discussão, Jason Santa Maria, anteriormente do Editorially e agora do Vox, ofereceu uma metáfora para explicar a questão, comparando a construção de formato longos com a construção de carrinhos pré-fabricados de madeira. Toda criança começa com os mesmos blocos de construção, mas com uma serra, um pouco de tinta e muita imaginação, o carrinho acaba de forma diferente no dia da corrida. O mesmo acontece na construção de formato longos: criar blocos que são reutilizáveis ​​e sustentáveis podem tornar a vida muito mais fácil e ser feitos de uma maneira que não sufoca a inovação.

Um número de redações criou métodos para ajudar a reproduzir formatos longos. A equipe de desenvolvimento da redação do Chicago Tribune tem a sua própria versão bifurcada do Bootstrap, a estrutura receptiva do Twitter, com estilo e personalizado para atender suas próprias necessidades. Ao iniciar um projeto, os desenvolvedores não terão que criar um estilo novo das partes dos projetos que são consistentes como a navegação e marca. Este, juntamente com o modelo Flask pré-fabricado permite a sua equipe iniciar projetos com o mínimo esforço.

No Vox Media, o Chorus CMS inclui trechos de código que permitem aos editores criarem blocos em matérias de formato longo, por exemplo, inserindo frases de destaque, blocos de fotografias ou gráficos, com a participação mínima de desenvolvedores. Por exemplo, a recente crítica sobre o telefone Amazon Fire no The Verge foi feito sem qualquer envolvimento da equipe de produto.

Allen Tan do New York Times compartilhou seu sistema de ranking que é inspirado em esportes da faculdade. Quando uma ferramenta ou funcionalidade é introduzida pela primeira vez, é considerada time júnior. Quando é reutilizado uma e outra vez, sobe até o nível do time do colégio e recebe mais cuidado e atenção. Ele referiu-se à reportagem Snow Fall que o New York Times passou meses trabalhando com uma equipe dedicada, mas agora algo semelhante pode ser realizado em uma semana.

Para gráficos do dia-a-dia, Emma Carew da Foreign Policy compartilhou uma planilha onde quantificam o tempo, processo e ferramentas para diferentes tipos de gráficos. Isso simplifica o processo dos editores que trabalham com os produtores da Internet para criar gráficos, e ambas equipe editorial e gráfica têm expectativas semelhantes do processo e resultado.

A discussão terminou com o tema de usuários, tanto sobre a questão de comunicação com a equipe editorial sobre os processos internos, como envolvendo os usuários no ciclo editorial. Embora essas ferramentas e complementos possam automatizar o processo de criação do projeto, é importante considerar o engajamento dos usuários e o propósito de certos projetos -- a direção de arte e design deve ser usada com sabedoria para ajudar os usuários a se envolverem mais com o conteúdo.

As notas da sessão estão disponíveis (em inglês) e esperamos continuar a discussão para que as redações possam compartilhar umas com as outras o que funciona e o que não funciona. O que a sua redação está fazendo para criar projetos de formato longo em grande escala?

Este artigo apareceu originalmente no Knight Lab da Universidade Northwestern e é publicado na IJNet com permissão.

O Knight Lab da Universidade Northwestern avança a inovação e educação para a mídia de notícias. Desenvolvendo ideias da experimentação à adoção, o Lab faz tecnologia que visa ajudar a tornar a informação significativa e promove a qualidade das histórias na Internet.

KK Rebecca Lai de Hong Kong está conhecendo a cultura americana através da faculdade. A jornalista visual é interessada em design e como as histórias são contadas através de mídias diferentes.

Imagem por Ramla Mahmaood via Knight Lab