Novas plataformas automatizam a verificação de fotos

por Margaret Looney
May 14, 2013 em Diversos

Quando sites jornalísticos correm para publicar notícias, o que parece ser uma foto autêntica da cena à primeira vista pode muito bem ser uma imagem manipulada, tirada de outro lugar ou fabricada.

É por isso que a verificação de fotos é uma prática vital. Mas cada vez mais, quando não é possível confirmar com alguém na rua, vale utilizar outros recursos à disposição. Em um post recente no Poynter Online, o guru de de verificação de fatos, Craig Silverman, destacou duas novas maneiras para automatizar o processo.

O serviço de fotografia por crowdsource Scoopshot mostra o nível de autenticidade das imagens buscadas por redações que querem comprar fotos enviadas pelos usuários .

"Nosso sistema basicamente substitui um processo manual inerentemente defeituoso que pode levar uma hora por imagem por um programa altamente automatizado e inteligente que leva alguns segundos", escreveu o CEO do Scoopshot, Niko Ruokosuo, num comunicado.

A nova plataforma de crowdsourcing do Guardian, o GuardianWitness, também tem uma função de verificação imbutida.

O processo de verificação automático se baseia em dados da imagem, ou seja, nos dados EXIF, que podem dizer como uma imagem foi capturada, as informações sobre a exposição e muito mais.

O Guardian e Scoopshot ambos contam com aplicativos nativos para melhor garantir a veracidade. Fazer com que os usuários tirem e enviem fotos com um único aplicativo pode limitar o potencial de manipulação.

"Nesta rota você pode supervisionar a rede de propriedade e também a camada de informações adicionais que os smartphones de hoje são ótimos em capturar", disse Samaruddin Stewart, um bolsista Knight da Universidade de Standford que estuda manipulação de imagem, à Silverman.

Quanto mais rápido a foto pode ser verificada, mais rápido um serviço como o Scoopshot pode vendê-la para as redações. Este incentivo econômico para o Scoopshot e outros serviços --e a procura de fotos rapidamente verificadas-- deve conduzir o desenvolvimento de "mais ferramentas para ajudar na detecção de manipulação, análise e outros aspectos de verificação de fotos", Silverman escreveu.

Por exemplo, o Fourandsix oferece uma extensão do Photoshop que analisa instantaneamente a originalidade de qualquer imagem JPEG aberta.

Contudo, mais verificação ainda requer um elemento humano. Depois que o aplicativo GuardianWitness dá uma olhada inicial para os dados de EXIF, a equipe do Guardian realiza verificações adicionais.

"No entanto, não acho que nós vamos ter uma automação completa em breve ou mesmo que devemos ter. Acho que o escrutínio editorial sempre desempenhará um papel", disse Stewart.

Via Poynter

Margaret Looney, assistente editorial da IJNet, escreve sobre as últimas tendências de mídia, ferramentas de reportagem e recursos jornalísticos.

Imagem usada sob licença CC no Flickr via alternativemeans