Nova rede global conecta editores

porDana Liebelson
Mar 31, 2011 em Jornalismo básico

Uma nova rede internacional planeja capacitar editores-chefe e executivos para aderir à revolução digital.

A Global Editors Network(GEN) foi criada para dar a editores ferramentas para enfrentar os desafios do jornalismo digital.

A rede reúne editores, desenvolvedores e engenheiros para compartilhar ideias e tecnologias para o jornalismo sustentável. A organização também pretende expandir associações de editores além do mundo anglo-saxão e fazer a ponte entre países emergentes e desenvolvidos.

"As associações nacionais de editores são de grande valor para a democracia", disse à IJNet Bertrand Pecquerie, presidente da GEN. "Pretendemos oferecer a editores de países emergentes serviços gratuitos."

A GEN também possui um departamento para prestar apoio jurídico e gerencial aos países interessados ​​em criar suas próprias redes. A rede já tem planos para lançar uma associação de editores no Egito e prevê se dedicar ao projeto por nove meses.

Para os membros, a GEN tem muitas outras iniciativas programadas: oferecer o"Instituto de Editores" para formação e certificação, e um Mercado de Editores. Também irá lançar um novo site em abril e organizar uma cúpula em novembro com 500 editores veteranos.

O custo anual da associação é US$265. No entanto, a taxa é atualmente dispensada dos candidatos que fornecem endereços de e-mail de quatro colegas.

Nas últimas duas semanas, cerca de 1.000 editores e executivos de notícias se tornaram membros. Membros internacionais incluem Xavier Vidal-Folch, diretor-adjunto do El Pais, atualmente presidente do conselho, e executivos de mídia da BBC News, New York Times e European Journalism Centre.

"A idéia é muito básica, mas ninguém fez isso antes", afirmou Pecquerie, ex-diretor do World Editors Forum de onde deriva a ideia da GEN. "Esperamos que engenheiros e desenvolvedores reenergizem a comunidade jornalística que nem sempre é familiarizada com a tecnologia. É impossível inventar sozinho".