Nova ferramenta de jornalismo de dados destaca salários de trabalhadores domésticos na África do Sul

porChris Roper
Sep 8, 2015 em Jornalismo de dados

O Code for South Africa (Code4SA) recentemente lançou a "Living Wage Calculator" (Calculadora de Salário Digno) no News24, o maior website jornalístico da África. A calculadora é uma ferramenta que ajuda os sul-africanos a descobrirem se estão pagando um salário justo a seus trabalhadores domésticos.

Como um artigo de jornalismo de dados, a calculadora bateu em todos os pontos fortes: é sedutoramente interativo, produz dados novos em torno de uma questão importante e pode gerar novas utilizações e novas histórias.

A ideia original veio de Adi Eyal, diretor do Code4SA, quando conversava com outros pais em uma festinha de aniversário sobre os salários de trabalhadores domésticos. Ele percebeu que a maioria das pessoas chegava a um montante perguntando a seus amigos e parentes o que pagavam ao invés de tentar estabelecer o que realmente constituiu um salário mínimo.

Eyal decidiu fazer algo sobre isso. Usando um estagiário da Harvard para fazer a pesquisa, o Code4SA produziu uma calculadora que leva em conta nove hipóteses sobre o custo de vida de um trabalhador doméstico. Esas incluem o tamanho da família do trabalhador, o custo de alimentação e transporte, habitação, educação, entretenimento e assim por diante. A ferramenta foi produzida em uma semana e meia.

A ideia não era produzir uma ferramenta rigorosa e científica, mas que fosse despertar conversas, estimular os empregadores a analisarem pressupostos inconscientes e levar as pessoas a pensarem sobre a vida dos trabalhadores domésticos.

Na África do Sul, os trabalhadores domésticos representam 6 por cento da força de trabalho, por isso esta é uma ferramenta que pode potencialmente afetar uma grande faixa da população, incluindo os empregadores. No momento da redação deste artigo, mais de 46.000 usuários usaram ativamente a ferramenta e mais de 4.000 outros leram a excelente reportagem produzida pelo jornalista Kim Harrisberg sob a orientação do bolsista Knight do ICFJ Ray Joseph, diretor editorial do projeto.

A calculadora de salários apresenta uma breve pesquisa pedindo aos empregadores para revelarem o valor da diária paga a seus trabalhadores domésticos e 12.037 pessoas responderam. Desses, 11.467 respostas foram consideradas por Eyal como dados "limpos" ou confiáveis. O resultado é provavelmente o maior conjunto de dados atuais sobre os salários dos trabalhadores domésticos na África do Sul. Eyal está trabalhando para tornar possível categorizar mais e acessar dados em um nível provincial.

Confira os dados brutos, bem como uma categorização provincial interativa. (Aviso: este é um trabalho em progresso.)

Os novos dados permitiram que a reportagem crescesse e evoluísse. Eyal produziu blogs destacando a questão dos salários baixos, e outros artigos que partiram da reportagem incluíram entrevistas de rádio e notícias. O conjunto de dados levanta algumas questões intrigantes, como por que muitas domésticas na província de Limpopo recebem R30 a R80 (US$ 2,35 a US$6,30) por dia, enquanto as do Cabo Ocidental recebem R180 a R250 (US$14 a US$19,50).

Perguntei a Eyal qual era o próximo passo. "Fomos abordados por um grupo de pesquisa na Universidade de Wits que está fazendo um trabalho sobre o salário mínimo nacional", disse ele. "Eles estão interessados ​​em adaptar a ferramenta para focar em outros trabalhadores de baixa renda."

Enquanto isso, a evidência anedótica, principalmente de pessoas comentando no site News24, indica que pelo menos algumas famílias têm aumentado os salários dos seus trabalhadores domésticos após o uso da calculadora de salário.

O verdadeiro teste de eficácia a longo prazo virá com o lançamento de outras iterações da tecnologia e de novas implementações da ferramenta que usa os dados coletados na primeira iteração. Mas no geral, a calculadora de salário é um bom exemplo de como uma ideia simples, com base em dados rudimentares, pode gerar grandes reportagens e interação com o usuário.

Imagem sob licença CC no Flickr via Hans Splinter - imagem secundária da calculadora de salário