Ferramentas de storytelling para alcançar leitores com baixo nível de escolaridade

byRitvvij Parrikh
Oct 10 in Jornalismo digital

É importante que os jornalistas usem ferramentas de storytelling para criar narrativas mais visuais em vez de textos pesados, de modo a atender melhor as necessidades dos leitores com baixos níveis de alfabetização.

Esta é uma questão particularmente importante em um país como a Índia, onde trabalho com um time de bolsistas Knight do ICFJ, e onde cresce rapidamente o uso da internet entre a população de pouca escolaridade (cuja maioria lê as notícias online, através de telefones baratos de banda larga baixa).

Dito isso, que tipo de critérios programadores devem usar ao criar essas ferramentas de narrativa visual para jornalistas? Eu sugiro o seguinte (por ordem de importância):

  • Se a sua ferramenta de storytelling é clara e fácil de usar.
  • Sua ferramenta deve funcionar em vários idiomas.
  • Ao testar a experiência do usuário em sua ferramenta, priorize como funciona no celular acima de tudo.
  • Sua ferramenta deve funcionar bem para SEO. Caso contrário, será muito mais difícil para jornalistas saberem que ela existe e que podem usá-la.
  • Sua ferramenta deve ser carregada rapidamente em telefones baratos que usam banda larga de 2G ou 3G (afinal, essa é a audiência que os jornalistas devem tentar atrair).
  • Finalmente, sua ferramenta deve se integrar com tantas plataformas de distribuição quanto possível - internet de desktop, internet móvel, Google AMP, Facebook Instant Articles e assim por diante.

Abaixo estão quatro ferramentas de storytelling que os bolsistas Knight do ICFJ estão experimentando na Índia:

1. toQuiz

Um questionário pode ser uma maneira divertida de informar os leitores, em vez de tentar comunicar informações através de um bloco gigante de texto. Pense nisso como uma maneira de transformar o seu conteúdo em um jogo e reembalar material de notícias em um formato familiar de escola. Experimente a nossa demo aqui.

2. toExplain

Para matérias longas, jornalistas às vezes assumem que seus leitores já conhecem o contexto. No entanto, isso pode não ser necessariamente verdadeiro para leitores com baixo nível de escolaridade ou leitores digitais novatos. O toExplain é um simples cartão de resposta de perguntas que jornalistas podem usar para destacar uma informação básica de fundo em várias matérias.

Por exemplo, um artigo sobre a política econômica da China poderia incluir um cartão do toExplain, fornecendo informações básicas, como "O que é One Belt One Road?". Esse mesmo cartão pode ser reutilizado em vários artigos: por exemplo, outra matéria sobre infraestrutura global ou notícia de negócios. Confira esta demo.

3. toTimeline

Quer contar aos seus leitores como uma certa história se desenrolou durante um certo período de tempo? O TimelineJS do Knight Lab da Universidade Northwestern  é a melhor ferramenta para isso no mercado.

No entanto, os leitores na Índia (ou outros países do sul global) consomem notícias principalmente em telefones celulares baratos de redes de baixa banda larga. O TimelineJS não oferece a experiência de usuário mais efetiva para esses dispositivos. Por isso, construímos o toTimeline. Veja esta demo aqui.

4. toSocial

Leitores demoram uma fração de segundo para decidir se vale ou não a pena clicar em uma matéria que aparece no feed de redes sociais. Nem todo mundo vai levar esse tempo para considerar se o artigo que os interessa vem de uma fonte de notícias credível ou não.

O toSocial é destinado a ajudar o leitor a tomar decisões mais informadas sobre seus hábitos de leitura na mídia social. A ferramenta permite que você sobreponha o logotipo da sua redação e um gênero de matéria (por exemplo, notícias de última hora, opinião, análise, artigo de agências de notícias, etc.) sobre a imagem da capa da sua matéria, para que os leitores saibam sobre o que é o artigo. Aqui está a demo.

Posso usar essas ferramentas?

Sim!

Todas essas ferramentas são fornecidas através de uma plataforma chamada ProtoGraph. Usar essas ferramentas de storytelling é tão simples como preencher um formulário e clicar em publicar. Uma vez publicado, você obtém um código iFrame de copiar e colar que: 

  • Funciona bem no celular: Cada uma dessas ferramentas foi desenvolvida dando prioridade ao mobile.

  • Carrega rapidamente: Todas essas ferramentas são rápidas. Individualmente, cada ferramenta marca mais de 90 por cento em 100 na ferramenta de velocidade da página do Google.

  • Funciona bem com SEO: Todas essas ferramentas tem um bom desempennho de SEO -- ou seja, o conteúdo que você escreve para o aTimeline ou toQuiz é rastreável por SEOs.

  • Pode ser usado para AMP: Também existe um código iFrame nativo disponível para uso em páginas AMP.

Perguntas frequentes

Estas ferramentas são gratuitas?

Sim. O desenvolvimento das ferramentas foi patrocinado pelo Centro Internacional para Jornalistas. A hospedagem é patrocinada pelo Pykih.

O que eu preciso para começar?

Após um período de teste, os usuários que recebem tráfego pesado devem pagar pelo seu próprio tráfego. Eles terão que se registrar no Amazon Web Services - Cloudfront CDN. Podemos ajudá-lo a configurar o CDN.

Como posso integrar imagens do toSocial com o meu CMS?

Você pode integrar seu CMS com nossa API, ou simplesmente baixar as imagens manualmente e adicioná-las ao seu CMS.

Quem está usando essas ferramentas atualmente?

Algumas estão sendo usadas por alguns dos maiores sites de notícias da Índia - MoneyControl, IndianExpress.com, Jagran.com e NewsLaundry, entre outros.

As ferramentas são multilíngues?

Atualmente elas funcionam em inglês e hindi. Se a sua publicação for em outro idioma, conte para nós através do email team@pykih.com. Ficarmos felizes em ajustar a ferramenta para você.

Onde posso me inscrever?

Editores de organizações de todos os tamanhos podem usar essas ferramentas. Registre-se no site https://protograph.pykih.com e entraremos em contato com você por ordem de chegada.

Imagem principal sob licença CC no Flickr via Asian Development Bank