Deepgram oferece pesquisa de áudio gratuita para jornalistas

porSam Berkhead
Oct 13, 2016 em Jornalismo multimídia

Redações em todos os lugares estão concentrando sua atenção sobre a eleição presidencial nos Estados Unidos que acontece no dia 8 de novembro.

E, na esteira da matéria do Washington Post sobre uma gravação de áudio de 2005, que expôs comentários controversos feitos pelo candidato republicano Donald Trump, o papel de vasculhar as gravações de ambos os candidatos tornou-se especialmente evidente.

Nesta eleição, o soundbite certo pode ter um forte impacto sobre a percepção do público e o curso da própria eleição. No entanto, a pesquisa através destas gravações é muitas vezes um processo trabalhoso e caro, especialmente para discursos que podem facilmente exceder uma hora de duração.

É por isso que a empresa de tecnologia de pesquisa Deepgram está oferecendo gratuitamente seus serviços aos jornalistas credenciados até o dia da eleição.

"Independentemente de qual lado político que você está, podemos todos concordar que o mundo seria um lugar melhor se houvesse mais jornalistas com os meios necessários para pesquisar pilhas de documentos e incontáveis ​​horas de áudio e vídeo", escreveu Scott Stephenson, cofundador do Deepgram, em um post de blog.

Usando o software do Deepgram, é possível fazer o upload de um arquivo de áudio ou vídeo e, em seguida, procurar por palavras específicas -- como "empregos", "impostos" ou "segurança" -- dentro da gravação. A inteligência artificial do software identifica os pontos exatos na gravação quando esses termos são mencionados.

No exemplo acima, nós pesquisamos o discurso de Trump na Convenção Nacional Republicana pelo termo "empregos" no canto superior direito. Cada marcador vermelho no cronograma indica quando a palavra foi mencionada; clicando sobre estes marcadores, você pode pular para a parte no discurso e ouvir o clipe de áudio completo. Muito parecido com a pesquisa de um documento de texto por termos específicos usando Ctrl + F, os jornalistas podem pesquisar discursos, conversas privadas e telefonemas por palavras-chave com o Deepgram.

Normalmente, o serviço do Deepgram custa 75 centavos do dólar por hora de áudio. Os jornalistas acreditados podem acessar o software e receber suporte dedicado de graça até o dia da eleição.

Imagem principal sob licença CC no Flickr via Iwan Gabovitch