Como usar redes sociais para atrair mais tráfego ao seu site

por James Breiner
Dec 10, 2011 em Diversos

Recentemente, o Wall Street Journal reconheceu a importância de desenvolver a sua presença no Facebook com seu novo aplicativo, WSJ Social.

"Nós não podemos esperar que os usuários venham aos nossos sites", disse Maya Baratz, responsável por Novos Produtos do Wall Street Journal, ao Nieman Lab.

Esta iniciativa é notável para um meio que exige pagamento para o acesso a dois terços do seu conteúdo online. Destaca a importância da audiência para atuar como distribuidores e editores de notícias.

Caso de sucesso em El Salvador

Um meio esportivo digital, o site ElSalvadorfc tem se beneficiado da sua presença no Facebook com uma estratégia comprometida.

Embora sites de notícias em geral captam não mais que 5 por cento das visitas do Facebook, o El Salvador FC alcança 20 por cento através da rede social.

Uma olhada no Analytics do site revela quase 200 mil visitas por mês e tempo médio por visita de cerca de 5 minutos, ambos números impressionantes.

Carlos López Vides, assessor jornalístico do site, descreveu algumas das práticas que têm gerado tanto tráfego:

  • Qualquer conteúdo novo dentro do site é colocado junto com o link apropriado e uma breve explicação na nossa página de Facebook. Veja, nós usamos uma página, e não um perfil, para que possamos ter "Eu curto" ilimitados. Nós já temos 4.155.
  • A explicação que colocamos em cada nota funciona como um "gancho" para os leitores clicarem no link.
  • Destacamos pelo menos 12 artigos por um dia, das 8:00 às 22:00 horas. Todo esse movimento durante o dia atrai os nossos seguidores.
  • Dois coordenadores sobem notícias. Quando há um tema muito quente, participamos da discussão como elsalvadorfc.com, dando o nosso ponto de vista, sempre de um ângulo de notícias e tão objetivamente quanto possível. Mas defendemos as cores da equipe nacional.
  • O Twitter gera apenas 0,43 por cento do tráfego para o site, mas estamos tuitando links e tentando interagir com os nossos fãs, que chegam a cerca de 2.000 seguidores.
  • Também estamos "semeando" links em páginas de equipes ou grupos de seguidores. Dá no mesmo efeito: Ajuda com o tráfego, porque se dirige às pessoas muito interessados no tipo de informação que fornecemos.

Este tipo de mercado não custa nada, mas requer um grande investimento de tempo. Reconheça o poder dos usuários para compartilhar e recomendar o produto. Nós, os editores, devemos fortalecer os usuários para manter o interesse e apoio deles.

Este artigo foi publicado originalmente no blog Laboratorio de emprendimientos periodísticos digtales da Fundación Nuevo Periodismo Iberoamericanoe traduzido ao português para a IJNet com permissão.

James Breiner é um ex-bolsista do programa Knight International Journalism Fellow, tendo lançado e dirigido o Centro de Periodismo Digital na Universidade de Guadalajara. Ele é bilíngue em espanhol e inglês e consultor em jornalismo online e liderança. Visite seus sites News Entrepreneurs e Periodismo Emprendedor en Iberoamérica. Siga-o no Twitter.