Cinco maneiras de fortalecer a mídia independente

porMargaret Looney
May 3, 2012 em Diversos

Um novo relatório analisa a forma como a mídia digital, o ensino e o financiamento do jornalismo podem ajudar a criar uma rede vital de meios de comunicação independentes.

O Center for International Media Assistance (CIMA) publicou o estudo -- "Empowering Independent Media: U.S. Efforts to Foster a Free Press and an Open Internet Around the World" (em tradução livre, "Fortalecendo a Mídia Independente: Esforços dos EUA para Promover uma Imprensa livre e Internet Aberta pelo Mundo").

IA JNet deu uma olhada no relatório de 155 páginas e resumiu essas cinco maneiras de fortalecer e sustentar a mídia independente.

  • Expanda o financiamento

Enquanto sobra evidência do papel da mídia livre na democracia, o CIMA relatou um salto de 50 por cento em financiamento público e privado nos Estados Unidos de 2006 a 2010. Mas o relatório sugeriu não parar por aí, mas diversificar a base de doadores aproveitando oportunidades emergentes, como a indústria de tecnologia.

  • Abrace a mídia digital

A era digital chegou e é vital, segundo o relatório, para manter a mídia independente atualizada. E não apenas no desenvolvimento da mídia, mas também sobre programas na lei da imprensa, formação profissional e gestão de negócios. Mas a mudança para o digital não deve ser uma cura para tudo -- é necessário o apoio da mídia independente em ascensão e do departamento legal e política para funcionar bem.

  • Ensine habilidades de negócio

Jornalismo é um negócio e jornalistas deve se tornar fluentes no ofício. Quando muito do desenvolvimento da mídia depende de financiamento externo, os envolvidos devem ter uma alternativa no caso da nova verba não entrar. O relatório sugeriu colocar mais esforço em medição de audiência, como, por exemplo, através das plataformas.

  • Modernize o ensino de jornalismo

Termine o debate sobre a necessidade do diploma de jornalismo. Modernize a faculdade se afastando de teoria da comunicação e focando em habilidades digitais e técnicas sóolidas de reportagem. "Os estudantes de hoje precisam aprender a comunicar a notícia através de uma variedade de plataformas digitais e precisam de uma base não em teoria da comunicação, mas no ofício do jornalismo -- comunicação, redação e edição e os padrões de equilíbrio, imparcialidade e pluralismo na apuração", afirmou o relatório.

  • Incorpore avaliações em todos os projetos

Depois de semanas de preparação, seu programa de treinamento em jornalismo está finalmente chegando ao fim. Mas, sem monitoramento e avaliação, é difícil de sustentá-lo, muito menos progredí-lo. O relatório sugeriu guardar parte do orçamento para este componente crucial, em vez de depender de rankings sobre a mídia em geral para avaliar projetos individuais.

Para mais maneiras de fortalecer a mídia independente -- investa em rádio comunitária, apoie o jornalismo investigativo, enfatize questões legais --- leia o relatório completo (em inglês) em PDF aqui.