10 ferramentas para reportagem investigativa em 2016

porIJNet
Dec 27, 2015 em Jornalismo investigativo

O ano de 2015 foi muito importante para o jornalismo investigativo.

Das revelações do YakunovychLeaks na Ucrânia às investigações da reportagem “Fatal Extraction" (Extração Fatal) em toda a África, jornalistas investigativos foram responsáveis por descobrir alguns dos maiores abusos da sociedade e manter os governos responsáveis por suas ações. 

Mas com redações em todo o mundo diminuindo suas equipes de investigação para cortar custos, está se tornando mais difícil alocar recursos para o jornalismo.

Felizmente, a internet possui uma grande quantidade de ferramentas gratuitas, recursos e bancos de dados abertos disponíveis para aspirantes a jornalistas investigativos. Aqui está um resumo das melhores ferramentas para o jornalismo investigativo em 2016, segundo a IJNet:

Ferramentas para achar dados abertos públicos:

O Google Public Data Explorer abriga conjuntos de dados de algumas das maiores instituições de pesquisa do mundo, do Banco Mundial ao Fundo Monetário Internacional.

Se você quer descobrir histórias que afetam a Europa, o Portal Europeu de Dados pode ser sua melhor aposta. Lá você encontra dados públicos sobre uma série de temas, incluindo o meio ambiente, economia, educação, saúde e muito mais.

Investigative Dashboard oferece uma variedade de recursos e guias relativos à reportagem investigativa. Além disso, você pode ler uma variedade de conjuntos de dados abertos em todo o mundo -- de Abu Dhabi a Zâmbia.

Ferramentas para extrair dados da Web

Tabula é uma ferramenta online gratuita que extrai tabelas de dados a partir de arquivos PDF. Estas tabelas podem ser exportadas para uma planilha, onde você pode editar ou copiar e colar os dados de acordo com suas necessidades.

Import.io permite transformar páginas em dados utilizáveis. Esta ferramenta é especialmente útil se você quer investigar uma organização que não torna os seus dados prontamente disponíveis para download.

Se você estiver trabalhando com documentos públicos ou de fonte primária, DocumentCloud pode ajudar a direcioná-lo a obter informações sobre pessoas, lugares e organizações mencionados nesses documentos. Você também pode navegar através do catálogo de mais de 1 milhão de documentos públicos do DocumentCloud.

Ferramentas para acessar conjuntos de dados de nicho:

Offshore Leaks Database contém cerca de 30 anos de informações sobre a propriedade de empresas offshore em todo o mundo. Se você pretende investigar empresas e jurisdições offshore, pode ser um bom ponto de partida.

Se você estiver interessado em investigar os gastos do governo em seu país, OpenSpending pode ajudar. O site possui 1.095 conjuntos de dados de registros de gastos públicos de 76 países.

LittleSis é um cão de guarda online que mantém o controle sobre a prestação de contas e influência nos círculos mais poderosos da sociedade. É um grande recurso se você visa manter responsável o 1 por cento da sociedade com suas investigações.

OpenCorporates oferece dados sobre mais de 93 milhões de empresas em todo o mundo, juntamente com um serviço da API para ajudá-lo a pesquisar e entender esses dados mais facilmente.

Imagem principal sob llicença CC no Flickr via Alex Steffler