9 dicas para ter em mente ao fazer um documentário

porMatthias SdunMar 26, 2018 em Jornalismo multimídia

Como jornalista, você pode ter feito várias reportagens curtas sobre determinados tópicos. Agora você se tornou um especialista e talvez queira produzir um documentário de longa duração. Aqui estão algumas coisas que você deve ter em mente quando quiser filmar e editar um documentário.

1. Faça um plano/roteiro

Documentários de longa duração significam muito trabalho e preparação antes de começar a filmar. Planeje antes de começar a filmar! Pense em como você gostaria que sua história final se parecesse. Pergunte a si mesmo: qual é a história que eu quero contar? E não perca seu ponto, trazendo muitos aspectos. Caso contrário, você pode acabar contando a história de toda a humanidade. Faça um cronograma: quantos dias precisa para gravar em que período de tempo? Quando quer editar o documentário? Seja rigoroso consigo mesmo e estabeleça um prazo, uma estimativa aproximada: sete dias para um documentário de 30 minutos. Garanto que vai demorar um pouco mais.

Outras questões que você deve começar a pensar neste momento:

O que mais você precisa além de entrevistas e b-roll? Precisa de infográficos animados? De onde vai tirar sua música de fundo? Quem é seu público e para quem mostrará seu documentário? Que duração eles gostariam? É um documentário de uma hora? Você pode dividi-lo em episódios? Ou tem o suficiente para contar a história em vários episódios? Se você é iniciante, comece em um nível pequeno, por exemplo, um documentário de 30 minutos ou cinco episódios em torno de 8 a 10 minutos.

2. Ache os protagonistas

Quem é a pessoa mais importante na sua história? Haverá um repórter na frente da câmera guiando toda a experiência? Qual é a sua missão? O que quer descobrir? Ou quer seguir alguém que está profundamente envolvido no assunto e está enfrentando um desafio ou lutando contra uma injustiça? Decida qual pessoa será quem podemos acompanhar ao assistir seu documentário até o final. Quem mais será visível em seu documentário? Qual papel ele ou ela vai desempenhar?

3. Prepare o seu equipamento e cuidado com o som

Como você quer filmar? Qual câmera quer usar? Hoje você pode fazer reportagens curtas e até mesmo documentários com o seu smartphone. Mas tenha em mente que pode ter longos dias de filmagem, quando você precisa de muito armazenamento e bateria. Você pode trabalhar melhor com uma DSLR se tiver uma. E em algumas situações espontâneas, só terá seu smartphone para fotografar. Não importa que câmera tenha: Certifique-se de fazer backup de suas gravações em discos rígidos externos regularmente. É muito provável que você colete várias centenas de gigabytes de imagens para um documentário longo.

Mas o aspecto mais importante sobre equipamentos: Cuidado com o som! Você precisa de microfones bons. É uma das coisas mais importantes para se ter. Boa qualidade de som nos aproxima dos protagonistas. Som de baixa qualidade não dá.

4. Entreviste seus protagonistas mais importantes mais de uma vez

Em reportagens curtas, você os encontra uma vez, faz uma entrevista rápida e obtém algumas frases de efeito. Para o formato longo, esse processo é totalmente diferente. Faça mais de uma entrevista com seus protagonistas. Fale com eles no telefone para descobrir quem eles são e com o que eles realmente se importam. Pergunte a eles o que fazem quando não estão falando? Como é o trabalho deles? Você precisa disso para planejar suas gravações de b-roll. Faça a primeira entrevista em vídeo no início do período de filmagem. Mas lembre-se também de obter boas filmagens em situações cotidianas. Sente-se com eles para uma entrevista final e junte tudo. Seu protagonista mudará durante o processo e será ótimo se podemos ver isso em seu documentário.

5. Filme toneladas de b-roll

Entrevistas são importantes para o seu documentário. Mas não há nada mais chato do que um documentário que mostra uma pessoa falando após a outra. Você quer ver algo acontecendo. Quais ações seus protagonistas realizam? Onde eles vão? O que eles fazem com as mãos? Quem eles conhecem? O que fazem no período de filmagem? Às vezes você tem que ser paciente e visitá-los novamente durante um longo período de tempo, por exemplo, um político no início e no final de um mandato eleitoral. Como o fardo do trabalho mudou ele ou ela? O que ele ou ela fez além de dar declarações e entrevistas?

6. Edite sabiamente

Uma vez terminado o período de filmagens, é hora de transcrever todas as entrevistas e anotar as marcas de tempo. Eu sei, isso é muito trabalho. Mas também poupa muito trabalho quando você está tentando encontrar um som importante em sua entrevista. Atualize seu plano/roteiro caso você não tenha feito isso centenas de vezes até o momento. (Que plano? Você está brincando comigo? Volte ao ponto nº 1).

7. Pense em capítulos

Não tente contar todos os aspectos importantes no início de seu documentário. Administre o tempo para aumentar a tensão. Faça as perguntas principais no começo, mas dê todas as respostas ao longo do documentário. Conte a história pouco a pouco e não seja muito "nerd". Construa uma informação após a outra. Não exagere. Os melhores documentários são aqueles que eu posso entender e seguir sem ter muito conhecimento de fundo. Você não faz um documentário para especialistas mas para o seu público. O que precisam para entender a história?

8. Capture voltas e reviravoltas

Haverá momentos na câmera que você não esperava. Fique atento a essas situações inesperadas e espontâneas, onde seus protagonistas ficaram surpresos, indecisos ou tristes por algum motivo. Isso ajuda seu público a estabelecer uma conexão mais profunda e seguir sua história com mais paixão e consciência.

9. Verifique os fatos!

Certifique-se de que você obteu os dados corretamente. Tenha uma segunda fonte que possa aprovar o que sua primeira fonte está afirmando. Verifique tudo para ter certeza quando o seu documentário for transmitido ou online.

Boa sorte com o seu primeiro ou próximo documentário. Sinta-se à vontade para compartilhar comigo no Twitter (@SdunNet) ou se inscrever no meu canal no YouTube.

Alguns links adicionais para inspiração:

8 documentaries to watch before you die

My favorite one: Searching for Sugar Man

10 documentaries you must see

Making a murderer

Amanda Knox

Dixie Chicks: Shut up and sing

Fahrenheit 9/11 e Bowling for Columbine

The act of killing

Blackfish

This is what winning looks like (VICE)

Weird Weekends do Louis Theroux

Grizzly man (Werner Herzog)

Episodic nonfiction storytelling: A not-so-new trend

Imagem principal sob licença CC no Flickr via *- mika -*