Nova ferramenta permite denunciar desinformação ou conteúdo nocivo na internet

作者Sérgio Spagnuolo
Aug 25, 2020 发表在 Fact-checking e verificação
Logo do Healthy Internet Project

Não é segredo que há um problema de desinformação e discurso de ódio e divisão na internet. Um dos motivos para isso é a real dificuldade (ou até mesmo impossibilidade) de se rastrear todo conteúdo nocivo publicado online. Em sua descentralização, a internet tornou-se um vasto campo no qual todos podem contribuir, embora nem sempre para o bem. 

Para tentar fazer algo positivo foi criado o Healthy Internet Project, uma extensão de navegador que permite, com facilidade e rapidez, a qualquer pessoa denunciar conteúdo online abusivo e ajudar a construir um banco de dados colaborativo que será disponibilizado para jornalistas, organizações da sociedade civil e empresas de tecnologia.

Healthy Internet Project

O projeto é incubado pela TED, com apoio da Jigsaw e do Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, em inglês), e está sendo lançado primeiramente no Brasil como um experimento para outras localidades.  

Inicialmente os parceiros no Brasil — que terão acesso aos dados e usarão essas informações em reportagens e em suas ferramentas — serão a agência de checagem Aos Fatos, o consórcio de redações Comprova e o blog Estadão Verifica.

Funciona assim: você instala a extensão (disponível inicialmente na Chrome web store), passa por um rápido processo de iniciação (bem rápido!) e pode marcar qualquer URL que quiser com apenas um clique. É preciso, então, indicar qual o tipo de conteúdo denunciado: desinformação, abuso, discurso de ódio ou conteúdo que explora o medo das pessoas. Como também há ideias boas por aí, é possível marcá-las também.

O processo é bem simples -- não há logins e nem é necessário entregar dados pessoais, nem mesmo seu e-mail. Você pode, no entanto, ativar notificações do seu navegador caso queira saber o que está sendo produzido com suas marcações. 

O link marcado é enviado para um banco de dados compartilhado com nossos parceiros, que então podem adotar ações para mitigar os efeitos de certo conteúdo nocivo. E também, por que não, ajudar a promover boas ideias. 

Muito pode ser feito com os dados que as pessoas vão ajudar a construir, a exemplo do que acontece em iniciativas como a Wikipedia. 

Por exemplo: um jornalista pode produzir uma reportagem de checagem de fatos, uma organização pode pesquisar quais conversas estão acontecendo nos cantos mais escuros da web e criar treinamento para comunidades e empresas de tecnologia podem remover posts abusivos, de acordo com seus padrões e políticas.


Sérgio Spagnuolo é jornalista, Knight Fellow do ICFJ e fundador da agência Volt Data Lab. Twitter: @sergiospagnuolo

Imagem principal: logo do Healthy Internet Project. Imagem secundária: captura de tela da ferramenta.