Vinte maneiras de como um suspeito pode ajudar um jornalista

porDon Ray
Mar 9, 2011 em Diversos

As fontes são um dos recursos mais valiosos para o jornalista. Sem as informações das fontes as reportagens produzidas podem conter simplesmente rumores e opinião pessoal. E é importante que suas fontes reflitam todos os aspectos da sociedade. Esta lista de dicas foi criada por Don Ray, um jornalista investigativo que escreve para o Media Helping Media.

-O suspeito lhe dá vídeos do local do crime, confessa diante das câmeras e fornece os nomes dos seus cúmplices.

-Confessa diante das câmeras, fornece os nomes dos cúmplices e o leva para a cena do crime.

-Confessa diante das câmeras e fornece os nomes dos cúmplices.

-Confessa diante das câmeras e o leva para a cena do crime.

-Confessa diante das câmeras, deixando o rosto aparecer.

-Confessa diante das câmeras, deixando aparecer sua silhueta ou disfarçado.

-Confessa fora da câmera e lhe dá permissão para usar a confissão.

-Dá informações importantes sobre o caso, mas fora da câmera.

-Aparece diante da câmera, mas não confessa. Mente ou recusa a responder perguntas.

-Fica diante das câmeras, deixando aparecer sua silhueta ou disfarçado, mas mente ou recusa a responder perguntas.

-Permite que ser filmado andando ou trabalhando, mas não se senta para uma entrevista.

-Fornece fotografias ou vídeos de si e lhe dá permissão para usá-los.

-Confirma a informação não relacionada com sua participação real, por exemplo, informações sobre os outros.

-Confirma que, de fato, há uma investigação, mas não vai comentar sobre isso.

-Não vai falar 'on the record', mas desenha um mapa que o leva a informações importantes.

-Não vai falar 'on the record', mas confirma que é, na verdade, a pessoa que você está procurando.

-Não vai falar 'on the record' agora, mas deixa a porta aberta para conversar mais tarde.

-Não vai falar 'on the record', mas irá permitir que você ligue novamente.

-Não vai mesmo falar com você, mas não ameaça sua vida.

-Não vai mesmo falar com você e ameaça sua vida.

Este artigo foi publicado originalmente no Media Helping Media. Foi traduzido e publicado pela IJNet com permissão. Media Helping Media é um site de capacitação que dispõe de recursos de mídia gratuitos para jornalistas que trabalham em países em transição e pós-conflito e regiões onde a liberdade de imprensa é ameaçada.

Foto por Kazukichi, Creative Commons Attribution License