Twitter fornece curadoria de cobertura jornalística com 'Moments'

por Sam Berkhead
Oct 8, 2015 em Redes sociais

Desde a sua criação, o Twitter é uma das maneiras mais excitantes para disseminar e ler notícias. Mas, para 316 milhões de usuários ativos mensais no Twitter, pode ser um desafio saber exatamente quem seguir para obter notícias, especialmente com eventos ao vivo que vão se desenvolvendo.

É por isso que o Twitter acaba de lançar Moments, um recurso que permite ao usuário acompanhar as últimas notícias, programas de TV, esportes e entretenimento através de uma coleção de tuites e multimídia.

Usar Moments é fácil: basta tocar no ícone de relâmpago no aplicativo ou desktop móvel do Twitter para ver uma lista dos Moments atuais. Quando você toca em um Moment, acessa uma experiência de tela inteira do evento, completo com vídeos, Vines e GIFs.

Anteriormente, os usuários que queriam seguir histórias tinham que atualizar constantemente a hashtag ou seguir contas individuais. A nova funcionalidade dá ao usuário a opção de "seguir" certos Moments -- eventos ao vivo -- inserindo uma coleção de tuites diretamente no feed do usuário. Quando o evento termina, esses tuites desaparecem.

Os Moments são compartilháveis ​​fora do Twitter e podem até mesmo ser incorporados, tornando possível integrá-los em artigos de notícias. Cory Haik, diretora executiva de produtos de notícias emergente no Washington Post, disse ao Nieman Lab que Moments vai tornar mais fácil para o jornalista coletar e organizar suas reportagens em um único lugar. Também pode ser uma ferramenta útil para o repórter no campo que está cobrindo fatos noticiosos em tempo real, ela disse.

"É a primeira coisa que eu vi há algum tempo que é storytelling puro sobre matérias de mobile e social", disse Cory.

"Isto é grande coisa para o Twitter. Pela primeira vez, você será capaz de seguir interesses/histórias/eventos, em vez de pessoas."

Atualmente, Moments está disponível apenas para usuários nos EUA e só pode ser visto por usuários fora dos EUA com um link do Moments. Os funcionários do Twitter fazem a curadoria da maioria dos Moments manualmente, mas parceiros como o Washington Post, BuzzFeed, Mashable e New York Times também terão acesso à nova ferramenta. Atualmente, usuários individuais do Twitter não podem criar Moments.

O poder de fazer curadoria de notícias no Momentos pertence exclusivamente ao pessoal do Twitter e algumas poucas organizações de notícias, o que define o Twitter como um gatekeeper de notícias em sua plataforma. Usando Moments, a equipe do Twitter começa a decidir o que ou quem é notícia e não é. Ciente do potencial conflito de interesses, o Twitter criou diretrizes e princípios para os funcionários responsáveis ​​pela curadoria do conteúdo de Moments.

A equipe que seleciona os Moments se baseia "no que melhor serve o nosso público e não para beneficiar anunciantes, parceiros ou interesses comerciais do Twitter", segundo suas normas.

As normas também estabelecem que seus curadores não são "repórteres ou criadores de conteúdos originais", mas ainda devem cumprir padrões de imparcialidade e precisão, lembrando que "Moments individuais devem ser livres de preconceitos."

"Ao lidar com notícias e conteúdo de interesse jornalístico, queremos destacar tuites de qualidade que representam informações precisas", de acordo com as normas do Moments no Twitter. "Se realçarmos um conteúdo que revela ser impreciso, faremos uma retratação e emitiremos uma correção através de um tuite."

Para ver este novo recurso por si mesmo, confira este Moment cobrindo as inundações na Carolina do Sul: .

Imagem principal sob licença CC no Flickr via Johan Larsson