Três ferramentas gratuitas para encontrar histórias locais

porLindsay Kalter
Oct 11, 2012 em Diversos

Para ficar de olho nas questões da comunidade e contar histórias locais, jornalistas dependem cada vez mais de mapas, dados, fotos e vídeos.

Em um post recente no Street Fight, a repórter Stephanie Miles recomendou várias ferramentas para ajudar o jornalista a agilizar o processo de coleta de dados e criação de conteúdo multimídia. Aqui estão três recursos gratuitos e úteis para jornalistas em todo o mundo:

Blottr

Cidadãos publicam vídeos, fotografias e registos escritos de eventos de notícias locais no Blottr. "Os jornalistas hiperlocais podem usar o Blottr para pesquisar histórias ou encontrar fontes de primeira mão para os artigos que estão trabalhando", disse Miles.

Storify

Muitos jornalistas já usam o Storify para organizar conteúdo de mídia social, mas a ferramenta também pode ser útil para jornalistas hiperlocais que querem encontrar conteúdo sobre um determinado tema ou local. Um repórter cobrindo as revoltas em Madri pode usar as imagens e vídeos de cidadãos enviadas ao Storify, e postá-las em um site de notícias ou blog.

TweetCharts

"Os repórteres que se concentram em áreas específicas ou editorias podem usar o TweetCharts para examinar a informação que outras pessoas estão postando no Twitter", Miles escreveu. O site fornece os dados, incluindo a frequência de um termo ou frase tuitado, quem está tuitando e que links estão sendo postados sobre o assunto. Repórteres locais devem verificar a seção "most mentioned user" (ou "usuário mais mencionado"), que mostra quem está falando sobre o assunto. Um repórter de educação, por exemplo, pode verificar o que os pais dos alunos locais estão dizendo.

Via Street Fight