Seis ferramentas para melhorar suas habilidades no jornalismo online

porVeronika Belenkaya
Jun 15, 2011 em Jornalismo básico

Robert Hernandez, que ensina jornalismo online na faculdade de jornalismo da USC Annenberg, falou sobre ferramentas para jornalistas da Web em um chat no Twitter.

"A tecnologia mudou tão rápido que claramente tivemos que mudar com ela... adotá-la, ao invés de combatê-la. Estas novas ferramentas poderosas, na verdade plataformas, deram-nos uma nova maneira de fazer jornalismo", escreveu Hernandez (webjournalist@) durante o chat.

O bate-papo, patrocinado pela ProfNet, cobriu algumas ferramentas úteis para o jornalismo multimídia. Você pode ler a transcrição do bate-papo completo (em inglês) aqui.

1. Criando vídeo

A câmera Flip, não mais fabricada, estava na vanguarda da comunicação de vídeo online, mas "com telefones inteligentes, você pode fazer o que a Flip fazia, e muito mais", segundo Hernandez. "Meu iPhone é uma câmera em tempo real para vídeo e fotos, bem como áudio; isso sem mencionar os aspectos de mídia social". Ainda assim, ele acredita que "haverá uma nova câmera Flip."

Hernandez e outros participantes do bate-papo recomendaram o Splice e o 1stVideo - Networks Edition, apps e Sony Bloggie 3D camera.

2. Incorporando Vídeo

"As ferramentas incorporados do Vimeo com HTML5 e Flash funcionam muito bem para celular", escreveu Dave Stanton(@ gotoPlanB), desenvolvedor do Smart Media Creative e ex-bolsista de tecnologia do Instituto Poynter. "Eu amo a habilidade do Vimeo de listar sites que podem incorporar vídeo."

Hernandez é um fã do YouTube. "O YouTube continua a adicionar recursos", escreveu ele. "Eu acho que você ainda tem mais alcance com o YouTube. Não há nada errado em postar em ambos."

3. Mapeando

Para mapear incêndios, crimes, eventos, férias, Stanton recomendou Google My Maps. "Além disso, você precisa de alguma habilidade em codificação."

Outras ferramentas de mapeamento incluem: ZeeMaps, Bing!, UMapper, GeoCommons e Leaflet.

4. Streaming

"Ambos TwitcastingLive e UStream oferecem a possibilidade de tuitar e postar no Facebook", escreveu Hernandez.

Livestream, UStream e Justin.tv são bons para desktops e também oferecem salas de chat.

5. Criando matérias

Hernandez recomendou o Storify, que "é baseado no conceito de organizar a web social. Usa tuites, fotos do Flickr e vídeos do YouTube e muito mais para fazer uma matéria. É uma ferramenta narrativa emergente". Clique aqui para ver um exemplo de seu trabalho no Storify.

Outras ferramentas incluem o Intersect e CurateUs.

Para apresentações de slides, Hernandez recomendou o Soundslides.

6. Ampliando a Realidade

"A realidade ampliada significa coisas diferentes para pessoas diferentes", escreveu Hernandez. "Para mim, é como a visão de informação do 'Exterminador do Futuro' ... de web + localização + vida real... em tempo real. Alcançamos isso através dos nossos telefones inteligentes agora... GPS , web, tempo real."

Exemplos incluem o Monocle Yelp disponível para Android e iPhone, Layar e 360 Verse.

Pensamentos Finais

Ele também deu uma palavra de advertência aos jornalistas: "Só porque você pode, não significa que você deve [usar todas essas ferramentas). Não use tecnologia apenas porque pode. Use-a com um propósito."

Hernandez compilou uma lista de suas ferramentas favoritas de tecnologia aqui. Para suas seis regras do jornalismo online, clique aqui.