Palavras de sabedoria dos jornalistas do mês de 2016

por Elyssa Pachico
Jan 24, 2017 em Jornalista do mês

A cada mês, a IJNet apresenta um jornalista diferente que usou a IJNet como um recurso para avançar na carreira.

Como a IJNet ajudou sua carreira? Nós queremos saber! Envie um email para ijnetenglish@icfj.org ou publique um comentário no IJNet Forum no Facebook.

Enquanto isso, aqui destacamos as melhores dicas e comentários de nossos jornalistas do mês de 2016.

Shahram Haq (@Shahramhaq)

The Express Tribune, Paquistão

Como ele usou a IJNet: Para concorrer a um curso da Thomson Reuters que o levou a Londres para aprender sobre redação de notícias financeiras e de negócios.

Palavras de sabedoria: "O jornalismo não é um trabalho; é um estilo de vida. Se você precisa de um trabalho estável de 8 horas, este campo não é para você."

Andrii Bystrov

School of Media, Ucrânia

Como ele usou a IJNet: Para candidatar-se a uma bolsa do ICFJ para cobrir um fórum da Organização Mundial da Saúde (OMS) na capital do Brasil.

Palavras de sabedoria: "Sempre digo aos meus alunos que o jornalismo é o trabalho mais interessante do mundo, mas também o mais exigente, então seja honesto primeiro com você mesmo e não seja porta-voz de propaganda."

Sarah Peter

Reuters, St. Lucia

Como ela usou a IJNet: Para saber sobre uma bolsa que lhe permitiu estudar na Universidade Columbia em Nova York e uma bolsa para cobrir uma conferência das Nações Unidas sobre mudança climática em Paris.

Palavras de sabedoria: "[A bolsa de mudança climática] foi uma experiência realmente maravilhosa, que me deu a oportunidade de conhecer jornalistas de todo o mundo com quem aprendi tanto."

Anna Valmero (@annavalmero)

Freelance, Filipinas

Como ela usou a IJNet: Para candidatar-se a uma bolsa de estudos para cobrir as conversações sobre o clima da COP21 em Paris, bem como uma bolsa da Thomson Reuters de reportagem sobre mudanças climáticas.

Palavras de sabedoria: "Não tenha vergonha de fazer perguntas, mesmo para seus heróis. Eu fiquei encantada em conhecer Vint Cerf, um dos pais da internet, em uma conferência uns anos atrás. Eu estava mesmo insegura se poderia ter um entrevista com ele, mas me aproximei dele e ele alegremente concordou em conversar."

Kamilia Lahrichi (@KamiliaLahrichi)

Freelance, América Latina

Como ela usou a IJNet: Para se candidatar a bolsas de reportagem no Oriente Médio, Alemanha, Brasil e Nova York.

Palavras de sabedoria: "Quando eu comecei a fazer freelance, escrevia duas vezes por semana para a mesma organização de notícias. Quando o site faliu, do dia para a noite, eu não tinha nenhuma fonte de renda. A partir de então, trabalho para vários meios de comunicação para evitar cair em uma situação semelhante."

Sonali Kudva (@sonalikudva)  

Estudante de Ph.D., Ohio

Como ela usou a IJNet: De várias maneiras, como, por exemplo, enviando e-mail com oportunidades relevantes para seus alunos.

Palavras de sabedoria: "Eu não me considero uma acadêmica verdadeira, mas a maioria dos jornalistas no meio acadêmico também não são. Eu acho que meu trabalho e treinamento como jornalista definitivamente me ajudam a escrever de forma concisa e clara."

Bukunmi Ayo-Ariyo

TVC News, Nigéria

Como ela usou a IJNet: Para concorrer a um curso de reportagem de negócios da Thomson Reuters em Londres.

Palavras de sabedoria: "Não tenha medo de fazer o que quer que faça. Como jornalista, o público realmente olha para você, então dê as notícias como são, sem tender para um lado ou para o outro."

Yusuf Omar (@YusufOmarSA)

The Hindustan Times, Índia

Como ele usou a IJNet: Para ficar atualizado sobre notícias de mídia global e como um recurso para treinamentos especiais de jornalismo.

Palavras de sabedoria: "Os vídeos mais bem sucedidos do Facebook Live foram feitos com uma câmera -- tremida, portátil, áudio ruim, mas criticamente, na rua. Eu acho que é preguiçoso não estar na rua."

Ebenezar Wikina (@EbenezarWikina)

The Stroll, Nigéria

Como ele usou a IJNet: Para se educar no jornalismo digital e mobile através da seção Notícias e Recursos

Palavras de sabedoria: "Meu conselho para quem está começando é não ter pressa de sair lá... Todos nós queremos escrever nas grandes plataformas como o New York Times ou o Huffington Post, mas você tem que começar pequeno."

María Julia Arana (@M_Juli)

ComunicarSE, Argentina

Como ela usou a IJNet: Para descobrir a bolsa Dag Hammarskjöld.

Palavras de sabedoria: "É importante especializar-se. Às vezes, quando se quer fazer uma cobertura ampla, não se pode realmente olhar para nada profundamente, mas ao se especializar em algo realmente específico, pode-se dar bastante contexto."

Fernanda Sánchez Jaramillo (@Fernandareports)

Jornalista freelance, Colômbia

Como ela usou a IJNet: Para concorrer a uma bolsa do Rosalynn Carter Center e ao programa de bolsas latino-americanas "A Digital Path to Entrepreneurship and Innovation" do ICFJ.

Palavras de sabedoria: "Acredito firmemente que os jornalistas devem ser leitores ávidos, além disso, o pensamento ético e crítico é essencial para a produção de um jornalismo aprofundado."

Sara Cincurova

Jornalista freelance, Eslováquia

Como ela usou a IJNet: Para assistir a uma oficina de jornalistas na Alemanha, graças a uma oportunidade da IJNet.

Palavras de sabedoria: "O aspecto mais importante do meu trabalho é que tenho sempre seguido projetos pelos quais estava realmente apaixonada. Eu acho que é por isso que muitos deles funcionaram."