O que é tendência no jornalismo de dados esta semana?

porEunice Au
Apr 22, 2019 em Jornalismo de dados
Data

Sobre o que a comunidade global de jornalismo de dados tuitou na semana? O mapeamento de #ddj do NodeXL da GIJN entre 8 e 14 de abril descobriu uma zine focado em jornalismo investigativo baseado em aprendizado de máquina produzido por @bxrobertz, um explicador de vídeo do @FT analisando se grandes corporações são realmente generosas ou apenas evitam impostos, @knowtheory e @amandabee revisando sete ferramentas de reconhecimento óptico de caracteres e um tutorial do @workbenchdata sobre a visualização de dados do @Twitter.

Jornalismo investigativo com inteligência artificial

O jornalista computacional Brandon Roberts produziu uma zine interessante sobre como o aprendizado de máquina pode ser aplicado ao jornalismo investigativo. Na primeira edição, ele entrevistou Chase Davis de Minneapolis Star Tribune sobre uma nova ferramenta de raspagem da web e dissecou uma investigação de aprendizagem de máquina sobre evasão fiscal de propriedade local.

Filantropia ou evasão fiscal?

No Fórum Econômico Mundial deste ano, o historiador econômico Rutger Bregman questionou se grandes corporações e seus chefes estavam realmente sendo generosos em doar bilhões para causas ou simplesmente evitavam impostos. Os jornalistas do Financial Times Federica Cocco e John Burn-Murdoch  tentam investigar a questão de Bregman e explicar suas descobertas com gráficos, dinheiro do jogo Monopólio e doces.

Extraindo dados de PDFs

Tentando obter dados difíceis de PDFs, mas não sabe qual ferramenta usar? Ted Han e Amanda Hickman, do Factful, experimentara sete ferramentas de reconhecimento óptico de caracteres para que você não precise testar. Aqui está sua comparação lado-a-lado e uma análise das ferramentas.

Visualizando dados do Twitter

Quer analisar e visualizar dados do Twitter em quatro etapas? O Workbench preparou um tutorial sobre como usar a API do Twitter para carregar tuites e dados associados de uma conta e, em seguida, visualizar os resultados de quantas vezes essa conta envia um tuite a uma palavra específica. O Jornalismo de Dados da Turquia traduziu o tutorial para o turco aqui.

Ofertas de dados do Google

O Google News Initiative está ajudando a impulsionar o campo do jornalismo de dados com mais treinamentos, recursos e ferramentas online. O que está por vir: treinamento gratuito de dados para redações locais nos Estados Unidos e Canadá, em parceria com o Investigative Reporters and Editors, bem como treinamento de ferramentas do Google em colaboração com a Society of Professional Journalists. Além disso, o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas vai lançar MOOCs de jornalismo de dados no segundo semestre do ano.

Curso de Python para jornalistas

O Datajournalism.com lançou um módulo de quatro cursos de Python para jornalismo de dados. Ouça o treinador de jornalismo de dados Winny de Jong ensinando como configurar o Python em seu computador, limpar conjuntos de dados confusos, analisar dados e conduzir raspagem da web. O melhor de tudo: o curso é gratuito!

Distribuição de renda desigual

“Quanto mais bonita a visão, maior a desigualdade de renda”. A SRF Data analisou com atenção os diferenciais salariais na Suíça e criou um mapa interativo que mostra a distribuição de renda em cada comunidade. A distribuição de renda mais desigual foi encontrada em Anières, município do cantão de Genebra. (Em alemão.)

Disparidade salarial entre gêneros no Reino Unido

Jornalistas da BBC investigaram dados divulgados por empresas britânicas sobre a diferença salarial entre homens e mulheres. Eles descobriram que 8.124 empresas pagam mais aos homens, enquanto apenas 1.424 pagam mais às mulheres.

Relação entre indústria farmacêutica e médicos

Na Suíça, empresas farmacêuticas injetam milhões em empresas médicas que realizam treinamento para médicos. O Le Temps mergulhou nas questões que cercam a relação entre as grandes farmacêuticas e a comunidade médica, e encontrou um debate que põe em dúvida a independência e a imparcialidade dos médicos. Veja como a equipe investigou essa história. (Em francês.)

Psicologia dos gols

Um gol marcado logo antes do intervalo afeta significativamente o resultado do jogo? O Der Spiegel analisou dados de mais de 45.000 partidas das quatro ligas europeias para descobrir.


Este artigo foi originalmente publicado no GIJN e republicado na IJNet com permissão.

Agradeço, mais uma vez, a Marc Smith  da Connected Action, por reunir os links e representá-los. A lista "Top Ten #ddjde" é organizada semanalmente.

Eunice Au é coordenadora do programa da GIJN. Anteriormente, ela foi correspondente da Malásia para o The Straits Times da Cingapura e jornalista do New Straits Times. Ela também escreveu para The Sun, Malaysian Today e Madam Chair.

Imagem principal sob licença CC no Unsplash via Markus Spiske