Melhores práticas para publicação de conteúdo gerado pelo usuário

porMargaret Looney
Jan 15, 2013 em Redes sociais

Quando os veículos de jornalismo não podem estar na cena de uma notícia ou querem adicionar contexto, muitas vezes publicam ou colocam links para fotos, vídeos ou outro conteúdo de um jornalista cidadão.

A Associated Press atualizou seu manual de estilo com uma seção expandida sobre as melhores práticas para lidar com o conteúdo gerado pelo usuário.

Aqui estão algumas das dicas do "AP Stylebook":

Verifique: Para se certificar de que o material é legítimo, enquadre o áudio, foto ou vídeo precisamente com a notícia. Para a AP, isso significa "utilizar nossa considerável base de conhecimento, aproveitando a experiência de funcionários da AP em todo o mundo". Tente verificar com especialistas regionais familiarizados com o evento ou local, ou cruzar [informações] com versões oficiais.

Rastrear a fonte original: Quando um vídeo ou foto é postado nas redes sociais às vezes se espalha como fogo em palha o que torna difícil rastrear a origem. A AP sugere identificar o proprietário do conteúdo, pedindo permissão para usar o material e incluir a permissão de maneira explícita no seu post.

Dê crédito: Depois de identificar os proprietários originais do conteúdo, dê o crédito devido se concordam em compartilhar o nome ou mesmo use seu nome de usuário na rede social.

Forneça contexto: Em seu post, explique a relação do usuário com os acontecimentos noticiosos, se são ativistas locais, fotógrafos ou apenas testemunhas da cena.

Não publique até ter certeza: Não deixe o relógio ditar o processo de verificação, disse Fergus Bell, editor de conteúdo gerado por usuário e mídia social da AP, neste artigo no Poynter. "Mesmo quando algo é muito convincente e não passa em um dos nossos teste, então não é publicado", disse Bell.

Via 10,000 Words

Imagem usada com licença CC no Flickr via Digital News Test Kitchen