Mídia internacional muda foco para questões transfronteiriças

por IJNet
Jan 6, 2017 em Temas especializados

Como agências de notícias estão transformando a cobertura internacional, a estratégia de engajamento da ProPublica e mais nesta semana no Digital Media Mash Up, produzido pelo Center for International Media Assistance.

Organizações de notícias têm sucesso com abordagem nova para cobertura internacional 

No início de 2015, o correspondente do Guardian no Cairo, Patrick Kingsley, descobriu que sua reportagem o estava levando muito além do Egito. Investigar o tráfico de pessoas naturalmente o levou para onde as redes de contrabandistas trabalhavam -- em direção à Europa. Quanto mais profundo ele olhava, mais ele se encontrava desenvolvendo fontes e conhecimentos sobre um tema emergente, a migração, em vez de um lugar, o Egito.

Jamie Wilson, chefe de notícias internacionais do Guardian, notou a mesma coisa. (Columbia Journalism Review, 4/1)

Fazer jornalismo de forma diferente: O que vem a seguir para a equipe de reportagem de engajamento da ProPublica

Alguns meses atrás, anunciamos que estávamos contratando para um novo tipo de posição: repórter de engajamento. Engajamento é muitas vezes usado como uma espécie de eufemismo para um trabalho de mídia social ou equiparado com pensar apenas em obter o maior público possível. Pensamos em algo diferente: um jornalista especializado em construir e cultivar comunidades para aprofundar nossas reportagens e incentivar as respostas a elas. Eles operariam como uma espécie de organizador de comunidades jornalísticas, que é membro de projetos de investigação desde o início e usa as ferramentas que melhor se encaixam -- online ou offline.

Desde então, contratamos dois jornalistas fabulosos como os primeiros repórteres de engajamento da ProPublica. (ProPublica, 4/1)

2017 é o ano em que o Twitter vai aprender a prosperar ou morrer

O Twitter simplesmente não consegue ganhar.

Nesta altura, no ano passado, o cofundador do Twitter, Jack Dorsey, retomou recentemente as responsabilidades permanentes de CEO, e as pessoas pareciam entusiasmadas de novo com as perspectivas renovadas de um produto vacilante do Vale do Silício. Afinal, todo mundo adora uma história de reviravolta. Depois de ter sido demitido em 2008, Dorsey teve a chance de reviver uma empresa que estava enfrentando um crescimento estagnado de usuários, um problema de assédio generalizado e um valor limitado de ações nas bolsas. Era para Dorsey ser o salvador do Twitter - mesmo que já tivesse um emprego em tempo integral como CEO de outra empresa! Diziam que Dorzey seria aquele que podia aplicar o tipo de visão e direção que só um fundador poderia ter para uma empresa que ele criou. (Wired, 1/1)

Abundância de mídias, fome de notícias: Dez tendências de publicidade global que ameaçam o jornalismo independente

Mesmo enquanto os cidadãos se fartam com uma crescente variedade de opções de mídia digital, há uma crescente fome de reportagens de notícias credíveis, completas e independentes focadas a nível nacional. A primeira mascara a última, pois as pessoas em todo o mundo agora têm acesso a uma quantidade ilimitada de entretenimento através de uma grande variedade de canais, ao mesmo tempo que governos exercem um controle mais abrangente e sofisticado sobre a mídia. Melhor conectados globalmente, mas menos informados localmente, os cidadãos que vivem nesses ambientes de mídia podem não reconhecer quando seus direitos de serem informados sobre seu governo e sua sociedade estão sendo comprometidos.

Em “Media Feast, News Famine, Ten Global Advertising Trends that Threaten Independent Journalism”, Michelle Foster analisa as implicações sérias para a mídia nacional sobre o crescente domínio dos atores globais em plataformas digitais e móveis. O relatório também explora como aqueles que trabalham para apoiar a mídia independente em todo o mundo podem ajudar a garantir que os meios de comunicação locais e nacionais possam continuar a prosperar na mudança do ambiente publicitário. (CIMA, 5/1)

CIMA oferece o Mash Up gratuitamente via email. Assine-o aqui (em inglês).

Imagem sob licença CC no Flickr via Ka Hei Mak