Mídia independente na Síria continua a evoluir em meio a guerra civil

porIJNet
Jun 5, 2016 em Diversos

Novos meios de sobrevivência para a mídia independente na Síria, demissões no VICE News e mais estão no resumo de notícias "Digital Media Mashup", produzido em inglês pelo Center for International Media Assistance (CIMA).

Mídia independente síria evolui enquanto guerra civil continua

O ambiente de mídia na Síria é nada menos do que complicado, dada a guerra civil que já dura desde março de 2011. O Repórteres Sem Fronteiras considera a Síria o país mais mortal no mundo para jornalistas e o Comitê para a Proteção dos Jornalistas confirmou 94 mortes de jornalistas desde o início do conflito.

O regime de Assad, famoso por suas táticas de controle de informação, continua a frustrar a mídia crítica ao governo prendendo jornalistas, ao mesmo tempo que mantém sua propaganda. O Estado Islâmico, conhecido pela sua produção própria de propaganda e uso avançado de recrutamento através da mídia online em todo o mundo, persegue e executa jornalistas. Enquanto a mídia aliada a forças de oposição reporta mais objetivamente do que o regime, também é fortemente politizada, o que leva à polarização e uma incapacidade de autocrítica. Mas no meio da guerra e polarização de informações existem grupos de mídia independentes, liderados por pessoas apaixonadas e motivadas por algo além de suas próprias vidas: uma Síria livre. (CIMA, 6/2)

Demissões continuam na mídia digital, desta vez no VICE News

Mais embasamento para previsões de uma bolha trêmula nas mídias digitais: o VICE News, o site de ponta que expandiu para tornar-se uma presença global, anunciou que está fechando 15 postos de trabalho em Nova York e Los Angeles.

Harriet Salem, correspondente estrangeira do VICE News, indicou que as demissões não param na fronteira dos EUA, tuitando que toda a equipe editorial do site no Reino Unido foi cortada:

All of UK @vicenews editorial team, plus the only two foreign correspondents laid off just now (including me). Massive US layoffs too. #vice

(Poynter, 5/24)

Pesquisadores do Citizen Lab descobrem extensa campanha de espionagem cibernética no Twitter

Um novo relatório do Citizen Lab da Universidade de Toronto revela uma campanha de ciber-espionagem internacional sofisticada de olho em jornalistas e ativistas cujo trabalho diz respeito aos Emirados Árabes Unidos. A campanha utilizou artifícios elaborados, incluindo organizações e jornalistas falsos, para engajar com alvos online, em seguida, seduzi-los para abrir arquivos maliciosos e links contendo malwares capazes de monitorar suas atividades. (Universidade de Toronto, 5/30)

CIMA oferece o "Mash Up " gratuitamente via email. Assine aqui (em inglês).

Imagem sob licença CC no Flickr via David Holt