Lançado manual sobre jornalismo investigativo e jornalismo assistido por computador

por Renata Johnson
May 23, 2010 em Diversos

Um manual, realizado por Giannina Segnini, jornalista investigativa costarriquenha, busca ensinar as técnicas e ferramentas básicas para conceber, enfocar, desenvolver e publicar projetos de investigação viáveis, fundamentados e de impacto social.

Segundo a autora, os “jornalistas de investigação não são polícias, nem fiscais, nem auditores. Não exercem o jornalismo para resolver homicídios, nem para provar delitos ou desfalcos (…). O jornalismo de investigação busca provar e revelar casos de interesse público que alguém pretende manter ocultos”.

A investigação conta com dois grandes capítulos unidos sob os temas: jornalismo investigativo e jornalismo assistido por computador. Cada um desenvolvido desde o processo investigativo abordando concepção, passando pelas principais fontes de informação e as ferramentas disponíveis para apurar e processar os dados, até completar a análise e comprovação da hipótese de trabalho inicial.

Este texto pode ser acessado gratuitamente em PDF: http://www.ipys.org/periodismo-segnini.pdf.