Jornalista do mês: Rabia Elkotbi

por Sam Berkhead
Oct 30, 2018 em Jornalista do mês

A cada mês, a IJNet apresenta um jornalista internacional que exemplifica a profissão e usa o site para promover sua carreira. Se você gostaria de ser apresentado, envie um e-mail com uma curta biografia e um parágrafo sobre como usa os recursos da IJNet, aqui.

O mundo da mídia digital mudou dramaticamente desde que Rabia Elkotbi começou a blogar de forma voluntária em 2008. Ele se manteve atualizado com estas mudanças, aproveitando tantos treinamentos quanto possível.

Mais recentemente, Elkotbi participou de um bootcamp de jornalismo de dados realizado pelo ICFJ e Code for Africa em outubro em Casablanca, no Marrocos. Mas esta foi longe de ser a primeira vez que ele participou de um programa de treinamento para melhorar suas habilidades digitais.

Elkotbi participou de uma série de programas, workshops e treinamentos que ele descobriu pela IJNet. Em 2012, ele participou do primeiro bootcamp de dados da Tunísia, liderado pelo Google. No ano seguinte, viajou para Estocolmo para o Programa de Jovens Líderes Visitantes do Instituto Sueco, que oferece desenvolvimento pessoal e profissional para alcançar mudanças positivas e impacto social. Ele também participou de um treinamento de jornalismo online na DW Akademie em Tânger, Marrocos.

"Essas experiências me guiaram para explorar os motivos de quanto é essencial, especialmente hoje em dia, a utilidade das mídias sociais no jornalismo", disse ele. "É uma das razões principais que me empurraram para me especializar neste campo. Hoje em dia, visitar a IJNet se tornou uma das minhas rotinas diárias. Eu mesmo tenho que verificar o site antes de verificar o meu Facebook; [a IJNet] me mantém atualizado sobre o que há de mais recente no jornalismo e mídia."

Atualmente, Elkotbi está baseado em Doha, no Qatar, onde trabalha como produtor de mídia social na Al Jazeera Media Network. Falamos com Elkotbi sobre o bootcamp de dados do ICFJ/Code for Africa do qual ele participou, o seu trabalho na Al Jazeera e mais:

IJNet: Como foi sua experiência no bootcamp de dados do ICFJ? Que tipo de coisas você aprendeu?

Elkotbi: Foi uma jornada muito impactante que me ajudou a aprender mais sobre jornalismo de dados; além de ter a oportunidade de conhecer novos participantes de todo o Marrocos e facilitadores e especialistas competentes.

O bootcamp nos ajudou a criar uma ponte de comunicação entre jornalistas, desenvolvedores e designers. Aprendemos a usar mapeamento e visualização de dados para apresentar informações de forma simplificada para o público.

Como você começou no jornalismo?

Na era digital, onde as coisas mudam rapidamente, eu tive que acompanhar o progresso acontecendo ao meu redor. Em 2008 comecei como um blogueiro voluntário, escrevendo sobre os principais problemas enfrentados pela sociedade marroquina.

Isso me impulsionou a aprender sobre a evolução do jornalismo e foi assim que comecei meu caminho profissional a esse respeito, obtendo meu mestrado em jornalismo e tradução. Após a formatura, trabalhei como editor online para o NorthAfricaPost.com, que é um site de língua inglesa focado no Norte da África. Um ano depois, mudei-me para o Qatar para me juntar à Al Jazeera Media Network.

Como é um dia típico para você na Al Jazeera?

Os produtores de mídia social geralmente coordenam e gerenciam a coleta de notícias e a criação de conteúdo para formatos digitais. Para mim, um dia típico na Al Jazeera fica entre gerenciar as plataformas de mídia social do canal (por exemplo, Facebook e Twitter), produzir conteúdo preciso para a TV e online com base em mídias sociais, usar as mídias sociais como fonte de coleta de notícias e engajar com nosso público nas redes sociais.

Qual é a matéria ou projeto mais desafiador em que já trabalhou?

O projeto mais desafiador em que trabalhei foi a preparação da minha tese de mestrado. Concentrou-se no impacto das mídias sociais sobre a opinião pública em Marrocos. Minha tese discutiu como a mídia social afeta a opinião pública, e isso me permitiu descobrir o poder das mídias sociais para fazer mudanças na sociedade.

Qual é o conselho que daria a colegas jornalistas?

Hoje, como jornalistas, estamos enfrentando enormes mudanças na mídia na era digital. Na minha opinião, o melhor conselho que eu poderia passar, incluindo para mim, é continuar nos atualizando sobre nossos conhecimentos e habilidades. Aprendizagem e formação contínua não são opções -- ambas são uma obrigação.

Imagem cortesia de Rabia Elkotbi