Jornalista do mês da IJNet: Rajneesh Bhandari

por IJNet
Jan 7, 2013 em Jornalista do mês

A cada mês, a IJNet apresenta um jornalista internacional que exemplifica a profissão e usa o site para promover sua carreira. Se você gostaria de ser apresentado, envie um e-mail com uma curta biografia e um parágrafo sobre como usa os recursos da IJNet aqui.

Este mês destacamos Rajneesh Bhandari, um jornalista multimídia do Nepal que tem contribuído para organizações de notícias como a PBS, BBC, BBC Radio 5 Live, Los Angeles Times, Headlines Today e AFP. Bhandari é um líder de equipe multimídia da ThinkBrigade.com, um site internacional com jornalistas ao redor do mundo. Ele é um jornalista anti-corrupção da Transparência Internacional, autor de um livro sobre o autismo para iPad, jovem jornalista e blogueiro 2011 da Unesco, e recentemente se juntou à Agência de Notícias Xinhua no Nepal como jornalista multimídia. Anteriormente, trabalhou numa popular emissora de televisão nepalesa, a Kantipur, onde ganhou o prêmio Jornalista do Ano 2010-2011 por sua investigação sobre um escândalo de corrupção no país.

IJNet: Como a IJNet lhe ajudou?

Desde que fiquei sabendo da IJNet, estou constantemente seguindo-a, principalmente porque me dá informações e habilidades sobre as últimas tendências e as coisas que acontecem no mundo do jornalismo. Eu realmente gosto da informação fornecida sobre jornalismo investigativo, e isso me ajudou imensamente na realização de várias matérias investigativas no meu país. Eu sempre leio artigos e entrevistas sobre tecnologia digital e jornalismo multimídia. E é sempre ótimo estar informado sobre treinamentos jornalísticos, bolsas, webinários e workshops que acontecem ao redor do mundo. Um dos treinamentos que fiz recentemente foi o New Media, New Challenges: Best Practices In the Digital Age (Nova Mídia, Novos Desafios: Melhores Práticas na Era Digital).

IJNet: Como você tem ideias de pauta?

Eu sempre consulto minhas próprias matérias e tento encontrar um novo ângulo para novos desenvolvimentos. Também desenvolvo ideias de pauta, observando meus arredores, enquanto viajo ou navego na Internet. Eu também pesquiso as mídias sociais para ângulos de notícias.

IJNet: Qual foi seu melhor trabalho até agora?

Eu fiz uma matéria investigativa sobre o esquema fraudulento do passaporte vermelho no Nepal. O golpe do passaporte vermelho continua a ser um dos maiores escândalos de corrupção no Nepal em 2011. Processos contra quatro parlamentares, juntamente com meia dúzia de funcionários do governo, estão em curso no Tribunal Especial que cuida especificamente de casos de corrupção.

Eu também produziu um livro gratuito para download no iPad -- o primeiro do Nepal -- sobre o autismo, uma assunto altamente ignorado pela grande mídia.

IJNet: Que conselho você daria a quem aspira ser jornalista?

O jornalista precisa ser multitalentoso no mundo de hoje. Uma vez que multimídia é o que o mundo busca, ele ou ela precisa aprender todas as habilidades necessárias para ser um jornalista multimídia. Embora uma grande conquista leve tempo, ser um bom jornalista também requer paciência e coragem para explorar o inexplorado.