Jornalista do mês da IJNet: Andualem Sisay

por IJNet
Oct 30, 2018 em Jornalismo básico

A cada mês, a IJNet apresenta um jornalista internacional que exemplifica a profissão e usa o site para promover sua carreira. Se você gostaria de ser apresentado, envie um e-mail com uma curta biografia e um parágrafo sobre como usa os recursos da IJNet aqui.

Andualem Sisay é um jornalista etíope que usa a IJNet semanalmente há cinco anos para encontrar programas de treinamento e dicas para uma melhor cobertura. Ele participou de um workshop sobre mudanças climáticas anunciado no nosso site e ganhou o Prêmio por Excelência no Jornalismo por suas reportagens ambientais.

IJNet: Qual é a sua posição atual?

Andualem Sisay: Fundador e editor executivo do New Business Ethiopia, uma publicação online na Etiópia.

IJNet: Como a IJNet lhe ajudou?

AS: Ajudou a melhorar minha prática de jornalismo, fornecendo recursos em diferentes setores e dicas sobre treinamentos disponíveis em todo o mundo.

IJNet: Como você tem ideias de pauta?

AS: Minha observação e curiosidade são a principal fonte de uma matéria. Além disso, eu costumo usar mídia social, incluindo oportunidades na IJNet. Discussões com pessoas online ou off-line também são fontes de ideias para meus artigos.

IJNet: Qual foi o seu melhor trabalho até agora?

AS: Vários, mas entre os últimos, eu gosto mais destes artigos (em inglês):

A razão de eu gostar mais deles é porque os artigos focam em mostrar as lacunas na implementação da política do governo e mecanismos de regulação. Além disso, estas questões (de segurança alimentar e agricultura, mudança climática e corrupção) são muito fundamentais, oportunas e têm um enorme impacto na vida de milhões de pessoas na Etiópia e/ou no exterior. Os artigos alcançaram mais leitores e eu também ganhei o Prêmio Excelência de Jornalismo da Associação de Correspondentes Estrangeiros da Etiópia em junho de 2011.

IJNet: Que conselho você daria a quem aspira ser jornalista?

AS: Em geral, eu digo mesmo que às vezes o jornalismo é como brincar com fogo em alguns países, aconselho aspirantes a jornalistas a concentrar-se [mais] sobre as questões do que as personalidades relacionadas com as questões. Isso irá nos salvar (jornalistas) de ser tendencioso e violar as regras de ouro do jornalismo -- ser justo e equilibrado, com precisão e responsabilidade.

IJNet: Existe algum programa de treinamento ou escolas que foram particularmente úteis a você?

AS: Um dos treinamentos que me beneficiou foi "Reportagem sobre Mudança Climática na África", elaborado pelo Grupo Consultivo em Pesquisa Agrícola Internacional (CGIAR, em inglês) e a Fundação Reuters.


Leia mais artigos de