Júri compartilha dicas para ter sucesso em prêmio de jornalismo de dados

porMarianne Bouchart
Mar 27, 2019 em Jornalismo de dados
Troféus

Pelo oitavo ano consecutivo, a Rede de Editores Globais (GEN, em inglês) organiza os Prêmios de Jornalismo de Dados para celebrar e reconhecer o excelente trabalho no campo do jornalismo baseado em dados em todo o mundo.

A rodada de 2019 foi lançada recentemente e equipes de jornalismo de dados, grandes e pequenas, de todo o mundo são convidadas a participar. O ano passado foi outro ano recorde para a competição: recebemos 630 inscrições de 58 países, representando os cinco continentes. Entre as organizações vencedoras no passado estão o BuzzFeed News, Wall Street Journal, New York Times, ProPublica, La Nación, bem como organizações menores, como Rutas Del Conflicto, Fundação Civio, InfoTimes e Convoca.

Simon Rogers, editor de dados do Google e diretor da competição, diz que grandes orçamentos não necessariamente lhe darão vantagem:

“Não se trata de quais equipes são as maiores ou quem gasta mais dinheiro. Os projetos vencedores, para mim, se destacam pela inovação e acessibilidade. Eles devem ser acessíveis ao maior número possível, usando as mais recentes técnicas de narração de histórias para tornar os dados os mais claros possíveis.”

Rever milhares de projetos de jornalismo de dados ao longo dos últimos anos permitiu que os membros do júri dos Prêmios de Jornalismo de Dados não apenas vissem quais tendências chegaram à indústria, mas também o que faz um bom projeto de dados. Recentemente, perguntamos a eles o que buscam ao escolher os vencedores da competição.

Esra Dogramaci, editora e estrategista digital 

“Eu presto cada vez mais atenção ao design, à usabilidade. Eu pergunto: esse jornalismo de dados pode chegar a uma ampla gama de usuários? Sabemos como são curtos os períodos de atenção digital. As inscrições realmente boas prendem e mantêm sua audiência (e são compartilhadas).”

Alberto Cairo, cátedra Knight na Universidade de Miami

“A primeira coisa a buscar é se o projeto chama sua atenção com um tópico poderoso ou com visuais poderosos. Depois disso, busco eficácia e beleza na apresentação e se o formato da história é bem adaptado ao conteúdo em si.”

Reginald Chua, presidente do júri dos Prêmios de Jornalismo de Dados, e das operações editoriais, dados e inovação da Thomson Reuters

“Originalidade, ambição, impacto. Não precisa ser a análise ou visualização mais sofisticada usando as ferramentas mais avançadas. O mais importante é que você viu um problema que precisava ser resolvido --algo que deveria ser investigado, informações que o público precisava ou dados que deveriam estar disponíveis para o mundo-- e usou habilidades, inteligência e determinação para resolvê-lo.”

Este ano, os participantes têm até 7 de abril para se inscrever. Há 12 prêmios em disputa, que serão concedidos no dia 14 de junho em uma cerimônia especial e jantar de gala em Atenas, Grécia, durante o GEN Summit 2019. Os vencedores receberão uma viagem para Atenas e o GEN Summit. As 12 categorias incluem, por exemplo, os prêmios de “investigação do ano”, “melhor portfólio individual” ou “dados abertos”.

As categorias “melhor equipe de jornalismo de dados” e “redação pequena” foram mudadas para “melhor portfólio de equipe de jornalismo de dados (redação grande)” e “melhor portfólio de equipe de jornalismo de dados (redação pequena)” para este ano. Isso facilita para todos. Recebemos inscrições incríveis de organizações menores na categoria "melhor equipe de jornalismo de dados" no ano passado, tanto que acabamos dando três prêmios nessa categoria: O Caixin VisLab (China) ganhou o prêmio de "melhor equipe de jornalismo de grande volume de dados". O InfoTimes do Egito e Monitor de Victimas da Venezuela ganharam o prêmio de "melhor equipe de jornalismo de dados pequenos" (co-vencedores). Por isso, fez mais sentido ter duas categorias separadas para equipes de jornalismo de dados este ano.

No total, as redações pequenas com uma equipe editorial de menos de 30 pessoas fizeram metade de todas as inscrições no ano passado, e um terço dos vencedores foram dessas pequenas organizações. Simon Rogers:

“Estamos genuinamente à procura de trabalho inovador de todos os tipos de jornalistas de todo o mundo. Meu conselho é focar em contar as histórias, no impacto que elas têm e em nos mostrar como os dados contam uma história que não poderiam ser contada de outro jeito.​”

Os Prêmios de Jornalismo de Dados 2019 são organizadaos pela Rede de Editores Globais (GEN, em inglês), com o apoio do Google News Lab, da Fundação John S. e James L. Knight, Microsoft e Chartbeat. Para enviar uma inscrição (ou duas, ou 12 ...), tudo o que você precisa fazer é preencher o formulário de inscrição da competição.

Você também pode acompanhar as últimas notícias e projetos de jornalismo de dados de todo o mundo, inscrevendo-se na newsletter dos Prêmios de Jornalismo de Dados.

Boa sorte!


Este artigo foi publicado originalmente pelo Journocode. Foi editado e republicado com permissão no site dos Prêmios de Jornalismo de Dados.

Imagem sob licença CC no Flickr via Brad.K